1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Peritos exumam dezenas de corpos em Tikrit

Mais de dez valas comuns são descobertas na cidade iraquiana recuperada das mãos do "Estado Islâmico". Acredita-se que cadáveres sejam de vítimas de um massacre cometido pelos jihadistas, que deixou 1.700 mortos.

Equipes de peritos iniciaram a exumação de cadáveres enterrados em valas comuns na cidade iraquiana de Tikrit, recentemente recuperada pelas forças do país das mãos do "Estado Islâmico" (EI), disse nesta terça-feira (07/04) um porta-voz do governo iraquiano.

"O número de corpos exumados até o momento é de 47, encontrados em 11 valas", afirmou Kamel Amin, porta-voz do Ministério dos Direitos Humanos do Iraque. "Os trabalhos irão continuar, esperamos encontrar mais valas e que uma enorme quantidade de corpos seja desenterrada."

Segundo Amin, acredita-se que os cadáveres sejam de vítimas da matança cometida pelo EI que ficou conhecida como "massacre de Speicher", em referência a uma base militar do mesmo nome na qual cerca de 1.700 soldados xiitas foram sequestrados no ano passado.

Milicianos do EI tomaram Tikrit, terra do ex-ditador Saddam Hussein, em junho passado, capturando os soldados que tentavam fugir da antiga base militar das tropas americanas nos arredores da cidade.

Testes de DNA deverão confirmar a identidade das vítimas, afirmou o porta-voz. O massacre dos militares, documentado pelo grupo jihadista em fotografias e vídeos postados na internet, gerou grande indignação e contribuiu para o aumento do apoio às batalhas contra o EI.

As valas foram descobertas após a retomada de Tikrit pelas tropas iraquianas na semana passada, o maior êxito dos militares contra o EI até agora, alcançado com o apoio de

ataques aéreos da coalizão liderada pelos Estados Unidos

.

RC/ap/afp

Leia mais