1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Formando artistas para musicais

Brilhar nos palcos dos musicais é o sonho de muitos. Preparar-se numa escola especializada é um caminho bom mas árduo, que leva muitos a desistir no meio.

default

Isabel Jasse, 23 anos, já está no segundo ano da Stage School of Music, Dance and Drama, escola particular que forma profissionais para o palco, tendo em vista principalmente os musicais, que passam por um verdadeiro boom na Alemanha. "Comecei a dançar jazz já aos 12 anos", conta. "Dos 14 aos 18, tomei aulas de canto. Decidi então seguir uma profissão em que pudesse me dedicar à dança e ao canto. O curso em Hamburgo une as duas coisas..."

Após a conclusão do segundo grau e seis meses de aulas em canto clássico, Isabel inscreveu-se para uma oficina na escola hamburguesa. A esperança de ser admitida na escola, após os preparativos de uma semana, mostrou ser vã. Foram precisos mais quatro meses de aulas e treinos intensivos, em que Isabel trabalhou com persistência seus pontos fracos. Mas valeu a pena: em agosto de 2002, ela começou um curso na Stage School, ao lado de 100 outros estudantes, divididos em oito classes.

Canto, dança e muito mais

A formação prevê o desenvolvimento de aptidões em três campos: canto, dança e arte dramática. As aulas são dadas em alemão e, parcialmente, em inglês. Além de professores alemães, a escola particular de Hamburgo conta com outros, vindos dos Estados Unidos, da Inglaterra, Suécia e Nova Zelândia.

O primeiro ano é dedicado ao estudo das técnicas básicas de canto e às aulas de balé, jazz e dança moderna. A representação de cenas curtas, elaboradas pelos próprios estudantes, aulas de história do teatro e de habilidades em esgrima completam o currículo. No segundo ano, amplia-se o campo, com interpretação de chansons, teoria musical e aulas de sapateado. Só no terceiro ano é que os estudantes optam por uma especialização.

Isabel Jasse

Isabel Jasse

Isabel Jasse já sabe qual será sua opção: "Tenho mais segurança no canto. É quando me sinto mais à vontade no palco". Cantar, compor e, mais tarde, dar aulas de canto são as metas que ela tem em vista.

Com o curso, ela está satisfeita: "Aqui eu aprendo a me movimentar e a respirar corretamente durante o canto. Me desenvolvo tanto no aspecto técnico como pessoalmente".

Seu futuro é promissor: em um ano ela estará formada — desde que consiga passar nos exames. As provas em canto, dança e arte dramática ao fim de cada ano são verdadeiras "peneiras". De cada 100 estudantes que começam um curso, apenas 80 passam para o segundo ano e, destes, só a metade consegue aprovação para o terceiro e último de formação.

Boas perspectivas

Em compensação, as chances no mercado de trabalho são boas, segundo a assessora de comunicação da Stage School, Annett Bär. "Toda hora somos procurados por gente interessada em pessoas que saibam cantar e dançar bem, para participar de comemorações em empresas, em videoclips ou gravações de publicidade."

Para os padrões alemães de formação escolar e profissional basicamente gratuita, não fica barato estudar na Stage School. Isabel paga mensalidades de 490 euros, mais taxas anuais de 100 euros para inscrição nos exames, sem contar os gastos com sapatilhas e roupas de ginástica e balé. Claro que ela espera que os investimentos valham a pena.

Leia mais