1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Fora da Copa, turcos torcem entusiasmados para a Alemanha

Não é porque sua seleção não se classificou para a Copa do Mundo que os turcos deixam de acompanhar a competição. A torcida vai com força para a seleção alemã.

default

Pai e filho turcos na Alemanha: duas pátrias, um futebol

Os turcos compõem a maioria estrangeira residente na Alemanha, com uma população total de 1.764.318 habitantes, de acordo com dados do Departamento de Estatísticas do país. Por isso, eles decidiram vestir as cores preto, vermelho e amarelo-ouro e torcer com vigor para sua segunda pátria.

Faruk Sen

Faruk Sen diz que os turcos amam o futebol alemão

De acordo com o pesquisador Faruk Sen, diretor do Centro de Estudos Turcos da universidade de Duisburg-Essen, além da identificação com o país no qual moram, o fato de os alemães terem torcido para a Turquia na semifinal da Copa de 2002 é um motivo a mais para o entusiasmo atual. "Os turcos estão agora declarando sua solidariedade para com a seleção alemã".

Exemplos são vistos em todas as partes. Qualquer estabelecimento comercial cujo dono seja turco – ou de origem – exibe bandeiras da Alemanha.

Em Colônia, Süleyman Ertürk, chefe do restaurante Kervansaray, explica o sentimento: "Moramos aqui, comemos aqui, trabalhamos aqui. Então, é normal que torçamos para a Alemanha", disse em entrevista ao jornal Kölner Stadt-Anzeiger.

A população turca da cidade pensa, inclusive, em uma carreata, no caso de a seleção alemã chegar longe na competição.

No bar La Fayette, turcos vestindo as cores da Alemanha se juntam a torcedores alemães durante os jogos do time para comemorar e aproveitar a cerveja vendida a apenas 50 cents de euro, mais da metade do preço normal.

Futebol alemão é paixão

E não é somente o bom desempenho da seleção que agrada aos turcos. O futebol regional também é motivo de adoração. O Borussia Dortmund conta com um fã-clube turco. "Quando se vai a qualquer jogo em Berlim, nota-se centenas de turcos nas arquibancadas torcendo", afirma o pesquisador Sen.

BdT Fußball Christoph Daum in der Moschee Istanbul

Alemão Christoph Daum treinou dois times de Istambul

Ele explica que o futebol alemão tem um papel importante para os turcos. "A seleção turca cresceu sob o comando de Jupp Derwal (jogador alemão que treinou também o Galatasaray Istambul, de 1984 a 1988). Além disso, os torcedores admiram muito Christoph Daum (alemão que treinou o Fenerbahce e o Besiktas Istambul)", cita.

Processo político

Faruk Sen afirma que tal fenômeno não é passageiro somente em razão da Copa e acredita que terá influência no processo de integração dos dois países. "Se a Alemanha vencer a Copa, os turcos se sentirão identificados e certos de que colaboraram".

Para ele, se o governo alemão tomar passos concretos no sentido de aceitar a Turquia no bloco da União Européia, o entusiasmo pelo país não ficará somente no campo do futebol. "Segundas e terceiras gerações de turcos nascidos aqui praticamente não têm mais relação com a Turquia". Dos 1.764.318 turcos residentes no país, 613.951 já nasceram na Alemanha.

Informe-se sobre a Turquia

Leia mais