1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Derrotas inusitadas e juiz comprado

O Schalke e o Stuttgart perderam a chance de destronar o Bayern na liderança da Bundesliga. Mas o que mais causou furor neste fim de semana foi a substituição de um juiz suspeito de envolvimento em escândalo de suborno.

default

Bayern x Hertha: muito barulho para nada

O Bayern de Munique se manteve na liderança da Bundesliga, mesmo perdendo a chance de aumentar para três pontos a distância do segundo colocado, Schalke, e até para seis pontos em relação ao Stuttgart, em terceiro lugar. No jogo de domingo, o placar do jogo contra o Hertha ficou 0 a 0.

O Schalke também perdeu a chance de assumir a liderança da tabela, após a derrota de 2 a 0 do Kaiserslautern, conquistada com gols de Ioannis Amanatids e Stefan Blank. A chance perdida tirou do sério não só o técnico Ralf Rangnick, mas também o diretor-executivo do Schalke, Andreas Müller, que lembrou seu time de que jogo não se ganha de mão beijada.

Mais surpreendente ainda foi já derrota de 4 a 2 do Stuttgart para o Nurembergue. Com este resultado, os suábios também perderam a chance de destronar o Bayern e assumir a liderança. "Fizemos erros elementares e jogamos fora uma grande chance, mas ainda vamos nos recuperar", avaliou o técnico Matthias Sammer.

Mantidas lanternas da tabela

O pior foi o vexame do Bochum contra o Bayer Leverkusen. Mesmo antes de o adversário ter marcado o último gol, a torcida do time – obrigada a engolir uma derrota de 4 a 0 – começou a gritar "Fora Neururer!", exigindo veementemente a renúncia do técnico.

Apesar da inconsolável situação de penúltimo da tabela, logo abaixo do Bochum, o Freiburg pelo menos conseguiu acumular pontos com a vitória de 1 a 0 contra o Wolfsburg.

O mesmo não pode se dizer do Hansa Rostock, que continua segurando a lanterna, após ter perdido de 3 a 2 do Werder Bremen. Agora nem um milagre pode salvar os hanseáticos.

Os demais jogos da 19ª rodada da Bundesliga terminaram com o seguinte placar:

Hamburgo 2 x 1 Mainz; Arminia Bielefeld 0 x 1 Hannover 96; Borussia Dortmund 1 x 1 Bor. Mönchengladbach.

Juiz comprado denuncia outro

Robert Hoyzer Schiedsrichter Affäre

Robert Hoyzer

Neste fim da semana, a Bundesliga também chamou atenção fora de campo. Poucas horas antes do jogo de domingo entre o Werder Bremen e o Hansa Rostock, o juiz Jürgen Jansen foi substituído, sob suspeita de envolvimento nas manobras de suborno encabeçadas pelo árbitro Robert Hoyzer. Jansen foi impedido de apitar a partida, após Hoyzer ter mencionado seu nome em interrogatório. No entanto, ainda não há nenhuma acusação concreta contra o juiz de Essen.

Em seu interrogatório, Hoyzer confessou ter recebido quase 70 mil euros de conhecidos da máfia de apostas croata em Berlim. Ele manipulou quatro jogos, recebendo como recompensa de cinco a quinze mil euros por partida. A promotoria de Berlim deu ordem de prisão contra três suspeitos na noite de sábado.

Combate às máfias de aposta

De acordo com investigações do diário Süddeutsche Zeitung, além de três árbitros, oito jogadores do Chemnitz, do Dynamo Dresden e do Paderborn estão envolvidos no escândalo. O presidente do Paderborn, Wilfried Finke, confirmou que um jogador recebeu dinheiro após uma vitória de 4 a 2 contra o Hamburgo. O jogador foi comprado para cair na área e forjar um pênalti. De fato, Hoyzer apitou dois pênaltis indevidos contra o Hamburgo.

Em decorrência dos recentes escândalos de corrupção no futebol, os políticos alemães pretendem combater com mais rigor as apostas esportivas ilegais na Alemanha. Os governadores de Estado apresentaram um pedido ao ministro do Interior Otto Schily neste sentido, segundo confirmou o governador da Renânia-Palatinado, Kurt Beck, ao diário Frankfurter Allgemeine. O tema consta da pauta da conferência de governadores marcada para o dia 14 de abril. O plano já conta com o apoio informal de Schily.

Leia mais