1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Coreia do Sul confirma duas mortes por Mers

Uma mulher de 58 anos e um homem de 71 morrem na Coreia do Sul vítimas da Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers). Doença já infectou 25 pessoas no país. Outras 750 estão em quarentena.

A Coreia do Sul confirmou nesta terça-feira (02/06) que duas pessoas morreram do coronavírus Mers (Síndrome Respiratória do Oriente Médio). Esta é a maior eclosão da doença fora do Oriente Médio, o que alarmou a população.

O Ministério da Saúde sul-coreano informou que uma mulher de 58 anos morreu na segunda-feira de insuficiência respiratória, e seus testes deram positivos para Mers.

A segunda vítima foi um homem de 71 anos, que já portava o vírus há alguns dias e morreu nesta terça-feira. Na Ásia, a última morte pela doença havia ocorrido em abril de 2014, na Malásia.

Seis outros sul-coreanos foram diagnosticados com Mers na noite desta segunda-feira, anunciou o ministério. Até agora, 25 pessoas estão infectadas com o vírus no país. O primeiro caso foi registrado em 20 de maio, quando um homem de 68 anos foi diagnosticado após retornar de viagem à Arábia Saudita.

Cerca de 750 pessoas que foram expostas direta ou indiretamente ao vírus estão agora em quarentena voluntária ou compulsória. Outras 240 pessoas foram proibidas de viajar para o exterior.

O ministro sul-coreano da Saúde, Moon Hyung-pyo, apelou aos que estão em quarentena para que observem as diretrizes de isolamento durante o período de duas semanas de incubação.

"As pessoas em quarentena devem estar experimentanto muitos inconvenientes em suas rotinas, mas, por favor, cooperem para sua própria segurança, de seus familiares e vizinhos", declarou. Ele também pediu aos cidadãos que usem máscaras cirúrgicas em lugares públicos e que lavem frequentemente as mãos para evitar infecções.

Mais de 20 países já registraram casos de Mers, vírus para o qual não existe vacina ou cura – apenas tratamento dos sintomas. Especialistas dizem que a melhor maneira de prevenir a infecção é através da higiene, já que o vírus se espalha pelo ar, como por espirros ou tosses de pessoas infectadas.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, em maio deste ano estavam confirmados 1.150 casos de Mers com 427 mortes em todo o mundo.

CA/lusa/afp

Leia mais