1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Suspeita de ebola descartada na Alemanha

Exames mostram que paciente internado em hospital de Düsseldorf após retornar da Guiné não está infectado pelo vírus, que já deixou mais de 10 mil mortos na África Ocidental.

Poucas horas após a

internação de um paciente com suspeita de ebola

no Hospital Universitário de Düsseldorf, no oeste da Alemanha, as autoridades locais anunciaram nesta segunda-feira (04/05) que não se trata de uma infecção pelo vírus mortal.

Por precaução, o homem havia sido transferido de Bochum para uma estação de isolamento em Düsseldorf. Ele havia retornado recentemente da Guiné, que, ao lado de Serra Leoa e Libéria, foi um dos países mais afetados pela epidemia de ebola no oeste da África.

Uma análise clínica realizada pelo Instituto de Medicina Tropical Bernhard-Nocht, de Hamburgo, constatou que o paciente não está infectado pelo vírus. As medidas de segurança no hospital de Düsseldorf foram relaxadas, e o paciente seguirá em tratamento de maneira "regular".

Mais de 10 mil pessoas morreram em decorrência da atual epidemia de ebola. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou recentemente que o risco de contágio fora dos três países mais afetados havia diminuído.

Hospitais alemães já trataram outros casos da doença, incluindo um médico senegalês, que foi internado em Hamburgo, e outro de Uganda, que recebeu assistência em Frankfurt. Em outubro do ano passado, um funcionário da ONU morreu em Leipzig, no leste da Alemanha, após ter sido infectado pelo vírus na Libéria.

LPF/rtr/afp

Leia mais