1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Audi aumenta vendas e faturamento em 10%

A marca de luxo da Volkwswagen teve um excelente desempenho em 2001, quando aumentou seu faturamento e em 10% e a produção em 11,7%.

default

A Audi encerrou 2001 com fecho de ouro, o que não se pode dizer da indústria automobilística como um todo. A subsidiária da Volkswagen aumentou seu faturamento em 10% para 22 bilhões de euros (US$ 19 bilhões), atingindo a meta, proposta. Foram vendidos cerca de 726 mil automóveis, anunciou a montadora, em Ingolstadt.

A produção aumentou 11,7% para 727 mil unidades, o que está bem acima da média de 3% na indústria automobilística. A Audi também fabricou 1,225 milhão de motores. O número de funcionários na Alemanha subiu ligeiramente para 44.155 e, mundialmente, para cerca de 51 mil. O lucro só será divulgado em 28 de fevereiro.

Vendas - Nos Estados Unidos, um importante mercado para a Audi, as vendas aumentaram 3,6%, sendo entregues 83.283 automóveis. O maior crescimento (33,5%) foi na China, onde a subsidiária da VW vendeu quase 30 mil unidades. Na Alemanha, onde vendeu cerca de 255 mil automóveis, a Audi conseguiu ampliar sua fatia no mercado para 7,5%. Nos demais países da Europa as vendas aumentaram 13%, o que corresponde à venda de 304.100 carros com os característicos quatro anéis.

"Com sua bem sucedida política de negócios, a Audi conseguiu um bom resultado em 2001", disse o "senhor dos anéis", Franz-Josef Paefgen, o presidente da Audi, que deixa o cargo em março, sendo substituído por Martin Winterkorn. Desde 1996, a marca de luxo da Volkswagen aumentou suas vendas em 50%.