1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Alemanha moderniza setor de transportes para a Copa

Só as obras em rodovias federais vão custar 3,7 bilhões de euros. Deutsche Bahn renova rede ferroviária. País espera receber cerca de três milhões de torcedores durante o Campeonato Mundial de Futebol de 2006.

default

Rede ferroviária foi recauchutada para o Mundial

Os preparativos para a Copa 2006 são um desafio organizacional não só para a Fifa. De olho no torneio, o governo alemão anunciou, nesta quarta-feira (16/03), em Berlim, um pacote de melhorias dos sistemas de transporte do país, que prevê investimentos superiores a quatro bilhões de euros até o ano que vem.

O Comitê Organizador (CO) da Copa prevê que cerca de três milhões de torcedores de todo o mundo assistirão aos 64 jogos do torneio, de 9 de junho a 9 de julho de 2006, e um número bem superior de turistas estará viajando pelo país na época. "O setor de transportes tem um papel decisivo nesse período. Os times e torcedores querem chegar rapidamente e sem transtornos aos estádios e, depois, voltar para casa", disse o presidente do CO, Franz Beckenbauer.

Investimentos nos sistemas viários

Bauarbeiter auf der Baustelle

Obras de infra-estrutura não se restringem apenas às cidades-sede da Copa

Os governos federal, estaduais e municipais planejam investir vários bilhões de euros nesse setor até meados do ano que vem. Isso inclui a ampliação de auto-estradas, sistemas de operação do trânsito até os estádios, bem como o co-financimanento de melhorias em estações ferroviárias e metroviárias nas cidades-sedes dos jogos.

Somente na modernização e ampliação de auto-estradas serão investidos 3,7 bilhões de euros. A rede ferroviária, administrada pela Deutsche Bahn, também deve receber uma forte injeção financeira para se tornar mais eficiente. Cerca de 400 milhões de euros serão destinados à construção de estradas municipais e estacionamentos dissuasórios (park and ride), na periferia dos grandes centros urbanos.

Cerca de 300 milhões de euros serão investidos no transporte público, que, pelos planos da Fifa, deve ser usado pelo menos pela metade dos torcedores. Além disso, serão implementadas várias medidas para melhorar o fluxo do trânsito de forma duradoura, não só durante a Copa. A idéia é simplificar o sistema de orientação no trânsito, já que cerca de 70% dos torcedores devem visitar os estádios da Copa pela primeira vez.

Ingresso vale como passagem

Baustelle Lehrter Bahnhof

Canteiro de obras da estação ferroviária central de Berlim

O presidente da Deutsche Bahn, Hartmut Mehdorn, disse que a empresa oferecerá "conexões fáceis, rápidas e baratas" aos visitantes. "Estamos investindo milhões de euros em melhorias da rede. Grandes estações ferroviárias, como as de Nurembergue, Colônia e Leipzig, e os trilhos entre Berlim e Hamburgo já foram modernizados no ano passado", disse.

A Deutsche Bahn já oferecerá um serviço especial durante a Copa das Confederações, de 15 a 29 de junho deste ano. Os ingressos para os jogos darão direito a obter um desconto de 25% nas passagens de trens.

Durante a Copa 2006, os ingressos valem também como bilhete de passagem no transporte público nas cidades-sedes, inclusive para visitar atrações turísticas nos arredores. "Isso será um estímulo especial para os torcedores usarem esses meios de transporte", acredita Beckenbauer. "Queremos oferecer o máximo de mobilidade ao menor custo possível para os torcedores e evitar um caos no trânsito das cidades", disse o vice-presidente da Associação Alemã das Empresas de Transportes.

Leia mais