1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Especial

Agenda 2010

O acentuado déficit orçamentário e a perda de competitividade no cenário internacional obrigam a Alemanha a implementar reformas.

default

O acentuado déficit orçamentário e a perda de competitividade no cenário internacional obrigam a Alemanha a implementar reformas. O programa Agenda 2010, do chanceler federal Gerhard Schröder, tratou no ano passado das reformas tributária, da saúde pública, da Previdência, do mercado de trabalho e das finanças municipais, além de ter colocado também em debate a desregulamentação profissional.

Algumas medidas são amargas, pois atingem benefícios históricos e o bolso dos cidadãos. O governo alega que, entretanto, só assim é possível melhorar a competitividade internacional da economia alemã, reaquecê-la e salvar o bem-estar coletivo no país.

Mas, devido à maioria oposicionista na segunda casa do Legislativo, as reformas não são de autoria exclusiva de social-democratas e verdes. Todos os projetos de lei têm de ser negociados com democrata-cristãos, social-cristãos e liberais.

Em 2004, a coalizão SPD-Verde coloca novos temas na agenda. Agora chegou a vez de as políticas de Educação, Ciência, Pesquisa, Família e Infância também passarem por reformas.

Leia mais