1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

A volta do futuro

Afastado da Seleção Alemã há 16 meses por causa de problemas no joelho, Sebastian Deisler retorna modesto à equipe, não aceitando o título de esperança do futebol alemão.

default

Deisler retorna à ativa

Bem que o armador de 23 anos do Bayern de Munique pretendia se readaptar lentamente aos trabalhos na Seleção Alemã. Considerado já há dois anos a esperança do futebol alemão, Sebastian Deisler esteve afastado da equipe 16 meses devido a uma lesão no joelho. Agora é reintegrado à equipe, já cotado para entrar em campo.

Na realidade, ele não estava completamente recuperado quando voltou a jogar em maio do ano passado, no amistoso entre Alemanha e Áustria, no qual tornou a machucar o joelho pela quarta vez e ficou de fora da Copa do Mundo.

A grave lesão havia estremecido as relações entre a Confederação Alemã de Futebol (DFB) e o poderoso Bayern de Munique. Para compensar o longo tempo que ficaria sem o jogador, o DFB indenizou o clube com 450 mil euros.

Antecipação comprometedora ─ Outra alta soma em dinheiro já havia marcado a carreira de "Basti fantasti", apelido que recebeu da imprensa sensacionalista, mas que ele detesta. Em 2001, ele virou manchete nas páginas esportivas, após se descobrir que os bávaros lhe deram 20 milhões de marcos a título de "antecipação salarial", para que agilizasse sua saída do Hertha Berlim. Arrependido e disposto a evitar problemas com o fisco, ele devolveu o dinheiro no ano passado.

A série de lesões, entretanto, não permitiu que brilhasse com a camisa do campeão alemão. Até agora, entre muitas cirurgias e tratamentos, vestiu-a apenas em cinco partidas, permanecendo ao todo 50 minutos em campo.

Rudi Völler

Rudi Völler

O momento do retorno de Deisler à Seleção Alemã não poderia ser mais oportuno para Rudi Völler, ou seja, em plena fase de classificação para o Campeonato Europeu do próximo ano. Com as lesões de Paul Freier e Bernd Schneider, aumentam as chances de Deisler jogar neste sábado contra a Islândia, e na quarta, contra a Escócia.

Embora possa ser escalado para a meia esquerda ─ no Bayern atua pela direita ─ , o jogador não se importa: "Em primeiro lugar, estou feliz de poder voltar sem dores, depois de tanto tempo de afastamento."

Reconqistar experiência ─ O técnico Völler e os demais jogadores saúdam seu retorno. "Até que ele esteja como nós queremos, vai demorar um pouquinho. Ele mesmo sabe que precisa reconquistar a experiência em campo", diz o treinador, complementando que "tudo também foi uma questão de cabeça, que agora já passou", referindo-se ao fato de Deisler ter dispensado seu empresário, Jörg Neubauer, na semana passada.

Já Fredi Bobic valoriza os passes do companheiro: "Ele é muito importante para quem joga na ofensiva." O artilheiro Miroslav Klose tem a mesma opinião. "Ele é um ótimo jogador e já nos fez muita falta."

Apesar de longo tempo lesionado, Deisler coleciona os títulos de campeão da Copa Alemanha e da Bundesliga de 2003, conquistado pelo Bayern, e de campeão da Copa da Liga de 2001 e 2002, pelo Hertha Berlim.

Deisler começou a jogar na primeira divisão do Campeonato Alemão em 1998, pelo Borussia Mönchengladbach. Após três temporadas da Bundesliga com a camiseta do Hertha, está no Bayern desde julho de 2002. Ele atua pela Seleção Alemã desde o ano 2000, já tendo disputado 19 partidas, com saldo de três gols.

Leia mais

Links externos