A POSSE DE BARACK OBAMA | Escreva sua opinião, comentários, críticas ou sugestões | DW | 24.01.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

A POSSE DE BARACK OBAMA

A posse do novo presidente norte-americano, o conflito em Gaza e os ônibus com slogans ateus em Londres foram os temas comentados esta semana por nossos leitores.

default

Posse de Obama

Senti firmeza nas palavras de Barack Obama. Esse cidadão, hoje presidente da maior nação do planeta, não nos mostra arrogância e sim humildade. E é com esse sentimento que ele vai costurar a paz mundial e ao mesmo tempo a economia do seu país. O povo norte-americano está com ele para o que der e vier.
Iran Felix da Silva

A Obamorgia que perpassou por todo o mundo no dia da posse do 44º presidente dos EUA vai decepcionar muita, muita gente. Não acredito que Obama vá ser o salvador dos EUA ou do mundo, como deixou antever, em suas declarações, a maioria dos líderes e das mídia ocidentais. Seu "consulado" pouco ou nada vai alterar o modo de actuar dos EUA no mundo. [...]

Herculano Carreira (Portugal)

As expectativas são imensas, os problemas maiores ainda. Vamos torcer para que o novo presidente tenha um programa realista e eficiente para enfrentar a pior crise econômica dos últimos tempos, pois apenas com carisma e eloquência vai ser muito difícil...
Ana Maria Matos

A GUERRA EM GAZA

A trégua apresentada mostra a força do novo governo americano. Tudo é feito para não atrapalhar o brilho americano.
Ronaldo Luis

É sempre muito difícil falar de uma guerra cujos motivos perduram há tanto tempo. Infelizmente, quando se trata de conflitos, muitos inocentes sofrem muito mais que os que estão liderando. O grupo Hamas é um grupo terrorista que não reconhece Israel como Estado e isso complica a vida de ambos.

Embora seja complicado se posicionar diante de um conflito tão grande, é impossível não reconhecer que a luta entre palestinos e israelenses não é nova e de acordo com a história dos países ainda durará muito tempo. É lamentável o sofrimento de muitos palestinos que não fazem parte do Hamas.

Se pudéssemos entrar em um consenso, seria o ideal. Israel tem suas razões para luta. Mas é impossível concordar com algo onde o que realmente está em jogo são vidas humanas, crianças, velhos, adultos. [...] Esperamos que haja um cessar-fogo o mais rápido possível. Vidas estão sendo destruídas. E nada vale mais para Deus do que uma vida. Shalom!
Gerusa Maria Oliveira

Na minha opinião muitos serão mortos e nada será feito, pessoas estão morrendo sem saber o porquê, crianças que ainda nem viveram estão morrendo sem conhecer a beleza da vida e homens estão aterrorizando, matando e destruindo a felicidades de muitos. A guerra na Faixa de Gaza está trazendo não só destruição e mortes, mas também rancor e ódio. Os sobreviventes vão crescer e se desenvolver com a idéia fixa de vingança porque, sim, o ser humano de uma forma ou de outra quer se vingar. E aí a pergunta: Quando isso terá fim? Quando vão acabar com a guerra, as batalhas? Nunca![...]
Raissa

Os israelenses estão recebendo orientação e apoio dos Estados Unidos da América para agirem agredindo o povo palestino, ou seja não consideram a Comunidade Internacional, os Direitos Humanos e além disso desrespeitam a ONU. Na realidade, essa ajuda dos EUA para Israel é tudo no afã de usarem Israel para dominar o Oriente Médio. Os israelenses se valem do fato de que ainda não existe o Estado da Palestina e dessa forma infringem as leis internacionais, na desculpa de que estão combatendo o terrorismo, e para desse modo se apossarem do território palestino. [...]
Sergio Noronha

ÔNIBUS COM SLOGANS ATEUS EM LONDRES

A campanha nos ônibus de Londres está correta pela revolta dos ateus em relação ao abuso com o nome de Deus. Provavelmente não há Deus nas pessoas que o usam para justificar seus ódios e intolerâncias; para impor sua visão de mundo aos outros através da violência; para discriminar, perseguir, ferir ou humilhar quem pensa diferente. Deus não é isso. Deus não participa disso. Não há Deus nisso.
Clovis Horst Lindner

Apesar da liberdade de imprensa, acho de extremo mau gosto a divulgação das mensagens. Respeito a opinião das pessoas que não acreditam, sou cristão e acho impensável não sê-lo. Creio também que a Bíblia diz a verdade e lá está escrito que o mundo jaz no poder do iníquo (João 5:19). Eis a prova, com esta propaganda.
Edmilson Belmont

Leia mais