1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

José Eduardo dos Santos fora da lista do MPLA às eleições angolanas

O secretário-geral do partido no poder, António Paulo Kassoma, é o número três da lista de candidatos às eleições gerais, liderada por João Lourenço. O vice-Presidente Manuel Domingos Vicente desceu para 24.º lugar.

O nome do Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos, não consta da lista de 130 efetivos e 45 suplentes de candidatos a deputados do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) pelo círculo nacional. A lista de candidatos às eleições gerais, previstas para agosto, foi aprovada, na sexta-feira (03.02), pelo Comité Central do MPLA.

O ministro da Defesa, o general João Lourenço, é o cabeça-de-lista, concorrendo para suceder ao atual chefe de Estado e presidente do partido. O número dois é o ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa, que assim concorre a vice-Presidente. Em terceiro lugar surge António Paulo Kassoma, secretário-geral do MPLA.

Angola - Vize-Präsident Manuel Vicente

Manuel Vicente, vice-Presidente de Angola, é 24º na lista do MPLA, posição elegível para deputado

O vice-Presidente de Angola, Manuel Vicente, que foi número dois da lista do MPLA nas eleições de 2012, caiu para a 24º lugar, posição elegível para deputado.

Ana Afonso Dias Lourenço, antiga ministra do Planeamento e mulher do cabeça-de-lista João Lourenço, ocupa a 9ª posição da lista de candidatos a deputados do partido no poder.

O nome de Fernando da Piedade Dias dos Santos "Nandó", atual presidente da Assembleia Nacional, aparece em 11.º lugar da lista de candidatos pelo círculo nacional e vai recandidatar-se ao mesmo cargo.

A primeira-dama, Ana Paula Cristóvão de Lemos dos Santos, vem em 17.º lugar e é também elegível para deputada.

O único filho de José Eduardo dos Santos que surge na lista do MPLA é Welwitschia (Tchizé) dos Santos. A terceira filha mais velha do Presidente angolano figura no 80.º lugar. Ao contrário do que se especulava nos últimos meses, os dois filhos mais velhos do chefe de Estado, Isabel dos Santos e José Filomeno dos Santos, não constam das listas (círculos nacional e provinciais).

A Constituição angolana aprovada em 2010 prevê a realização de eleições gerais a cada cinco anos, elegendo 130 deputados pelo círculo nacional e mais cinco deputados pelos círculos eleitorais de cada uma das 18 províncias do país (total de 90). Nas últimas eleições gerais, em 2012, o MPLA elegeu 94 deputados.

Governadores provinciais lideram listas do MPLA

Todos os primeiros secretários provinciais do MPLA que são simultaneamente governadores, vão encabeçar as respetivas listas candidatas a deputados pelos 18 círculos provinciais do país. Assim, o general Higino Lopes Carneiro, primeiro secretário provincial do partido e governador de Luanda, encabeça a candidatura de deputados pelo círculo provincial da capital angolana.

Angola Luanda Nationalversammlung

A Constituição angolana prevê a eleição de 130 deputados pelo círculo nacional e cinco pelos círculos eleitorais de cada uma das 18 províncias

João Bernardo de Miranda lidera a lista provincial do Bengo. Em Benguela é Isaac Maria dos Anjos. Álvaro Manuel de Boavida Neto encabeça a lista do Bié. Em Cabinda a número um é Aldina da Lomba Catembo; no Cuando Cubango, Pedro Mutindi; no Cuanza Norte, José Maria Ferraz dos Santos; e no Cuanza Sul, Eusébio de Brito Teixeira.

Kundi Paihama chefia a lista no Cunene. João Baptista Kussumua lidera a lista de candidatos do MPLA na província do Humabo, posição que é ocupada por João Marcelino Tyipinge na Huíla. O número um do partido no poder na Lunda Norte é Ernesto Muangala e na Lunda Sul, Cândida Maria Guilherme Narciso. Norberto Fernandes dos Santos "Kwata Kanawa" encabeça a lista do MPLA em Malange. No caso do Moxico, o primeiro nome da lista de candidatos é João Ernesto dos Santos "Liberdade", no Namibe surge Rui Falcão, no Uíge Paulo Pombolo e na província do Zaire José Joana André "Joanes". 

"Esta lista foi preparada pelo Bureau Político em conformidade com o estatuto do partido e tendo em conta a contribuição dos escalões intermédios e da bancada parlamentar do partido, assim como do secretariado do Bureau Político. Foram observados tanto os princípios da renovação e continuidade, como os critérios da representatividade das mulheres e jovens e de outros extratos sociais definidos pelo Comité Central e pelo congresso do partido", afirmou o líder do partido e chefe de Estado, José Eduardo dos Santos, na reunião do Comité Central do MPLA.

Leia mais