Universidade Estadual de Ohio é alvo de ataque | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 28.11.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Estados Unidos

Universidade Estadual de Ohio é alvo de ataque

Agressor avança com veículo contra pedestres, desce do carro e ataca pessoas com facão. Nove vítimas são hospitalizadas, incluindo estudantes e um professor. Suspeito era aluno da instituição e foi morto pela polícia.

Polícia na Universidade Estadual de Ohio

Polícia isolou área da universidade após relatos sobre um "atirador ativo"

Ao menos nove pessoas ficaram feridas e foram hospitalizadas após um estudante atacar o campus principal da Universidade Estadual de Ohio, na cidade de Columbus, nesta segunda-feira (28/11).

Segundo afirmaram autoridades locais em pronunciamento à imprensa, o agressor foi morto a tiros por um policial da universidade. O suspeito foi identificado como Abdul Razak Ali Artan, um aluno do campus, informou Monica Moll, diretora do Departamento de Segurança Pública do estado.

Apesar de as autoridades não terem confirmado a nacionalidade do agressor, a imprensa local diz que se tratava de um refugiado da Somália, que tinha autorização para residir nos Estados Unidos. "No momento, ainda não temos informações sobre a motivação" do ataque, acrescentou Moll.

Segundo as autoridades, nenhum dos feridos corre risco de vida. Entre as vítimas, há um professor da Universidade Estadual de Ohio, quatro  estudantes de pós-graduação e três graduandos.

"Atirador ativo"

Por volta das 10h da manhã (hora local), a direção da universidade publicou uma série de mensagens no Twitter alertado alunos e funcionários sobre a presença de um "atirador ativo" no campus. "Corram. Escondam-se. Lutem", diz um dos tweets.

Tais instruções se enquadram no protocolo habitual para situações em que há um atirador ativo. Elas significam: corram ou saiam do edifício se possível; escondam-se ou deixem de estar visíveis de forma silenciosa; e lutem, como último recurso, para controlar ou incapacitar o atirador em caso de risco de vida iminente. As autoridades não confirmaram, porém, se Artan possuía, de fato, uma arma de fogo.

Dirigindo um veículo, o agressor avançou contra os alunos com "o objetivo expresso" de atropelar vários pedestres, e depois atacou outras pessoas com um facão, informou Ben Johnson, porta-voz da universidade, acrescentando que alguns dos feridos foram esfaqueados e outros, atingidos pelo carro.

Mais tarde, as autoridades retiraram o alerta na universidade, dizendo que os alunos estavam fora de perigo. Segundo imagens de câmeras de segurança, Artan agiu sozinho. A instituição pediu que qualquer pessoa com informações sobre o incidente entre em contato com a polícia.

A Universidade Estadual de Ohio é uma das maiores dos Estados Unidos, com cerca de 60 mil alunos em seu campus principal.

LPF/EK/ap/dpa/efe/lusa/afp/rtr

Leia mais