Um museu de sons em extinção | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 31.07.2020

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Um museu de sons em extinção

[Vídeo] Projeto online “Conserve o som” reúne mais de 100 ruídos que vêm desaparecendo diante das novas tecnologias.

Assistir ao vídeo 04:20

Jan Derksen é um dos criadores do Conserve the sound, um museu online para ruídos antigos. O arquivo digital já conta com cerca de 120 ruídos em extinção. "O especial nos ruídos que estão desaparecendo é que eles realmente despertam uma memória pessoal. Um clique ou um ruído podem te transportar para determinadas situações do passado", comenta. Mesmo que o ruído por si só já consiga transportar o ouvinte para o passado, os colecionadores também fotografam os objetos. "O projeto tem que funcionar na internet e, infelizmente, a internet ainda é muito visual. Temos que ter imagens bonitas", explica Jan Derksen. O projeto Conserve the Sound não tem fins lucrativos, é mantido por meio de patrocínio, e se depender dos ruídos não terá fim. "Há muitos ruídos ainda para encontrar. Enquanto a humanidade existir e os humanos produzirem ruídos, esse projeto poderá continuar."