Uber anuncia teste com carros autônomos | Novidades da ciência para melhorar a qualidade de vida | DW | 18.08.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Uber anuncia teste com carros autônomos

Serviço de transporte fará experimento com veículos sem motorista em Pittsburgh, nos EUA. Empresa também anuncia acordo milionário com a Volvo para desenvolver direção automática.

Passageiros do Uber em Pittsburgh, nos Estados Unidos, poderão andar em carros autônomos nas próximas semanas, anunciou a empresa de tecnologia nesta quinta-feira (18/08).

Segundo a companhia, os Ford Fusions autônomos coletarão usuários do aplicativo assim como veículos normais registrados no serviço. Os passageiros poderão optar entre um carro com ou sem motorista, e para os que escolherem pela primeira opção, a viagem será de graça, disse o porta-voz do Uber Matt Kallman.

A empresa, que tem um laboratório de pesquisa em carros autônomos em Pittsburgh, ainda não tem planos de usar os veículos além do âmbito do experimento na cidade americana. Mas o CEO da companhia, Travis Kalanick, afirmou que o futuro do serviço, assim como o de todos os meios de transporte, é autônomo.

A companhia também anunciou nesta quinta-feira um acordo de 300 milhões de dólares com a Volvo para desenvolver veículos de condução automática. O passo faz parte da estratégia da tradicional fabricante de automóveis de se associar com empresas do Silicon Valley, que inicialmente foram consideradas uma ameaça para a indústria.

O investimento, que será financiado em partes quase iguais pelo Uber e pela Volvo, também será destinado para a pesquisa de hardware, como os sensores para detectar o trânsito e obstáculos, além de software para a direção automática dos veículos.

"A condução automática é chave. Para isso é necessário desenvolvimento de software e segurança", afirmou o presidente executivo da Volvo, Hakon Samuelsson.

O Uber também anunciou a aquisição de uma startup especializada em direção autônoma chamada Otto – cujo cofundador, Anthony Levandowski, é um dos pais dessa tecnologia.

LPF/ap/afp/rtr/dpa

Leia mais