Tornado mata pelo menos 23 no Alabama | Notícias internacionais e análises | DW | 04.03.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

EUA

Tornado mata pelo menos 23 no Alabama

Tormenta também afetou partes dos estados americanos da Geórgia, Carolina do Sul e Flórida. Tempestade deixou rastro de destruição e mais de 50 feridos. Quase 10 mil domicílios ficam sem energia elétrica.

Duas pessoas caminham abraçadas numa estrada. Escombros são vistos de ambos os lados da rodovia

Tempestade deixou quilômetros de destruição no contado de Lee, no estado do Alabama

Pelo menos 23 pessoas morreram neste domingo (03/03) na passagem de um tornado que provocou estragos "catastróficos" no estado do Alabama, sudeste dos Estados Unidos, informaram as autoridades locais. Mais de 50 ficaram feridas, e o número de mortos deve subir.

Jay Jones, xerife do condado de Lee, na região leste do Alabama, perto da fronteira com o Estado da Geórgia, informou que "várias pessoas" continuam desaparecidas e que outras se encontram hospitalizadas e gravemente feridas. "A devastação é incrível", afirmou Jones.

O médico legista do condado de Lee, Bill Harris, disse à estação de televisão MSNBC que há crianças entre os mortos. Mais de dois mil domicílios ficaram sem energia elétrica nas áreas afetadas no Alabama, a maioria, no condado de Lee, além de outros sete mil no oeste da Geórgia.

De acordo com o xerife, o "tornado percorreu alguns quilômetros, provocando uma destruição "catastrófica". Imagens transmitidas pelas redes de televisão mostram casas destruídas, árvores derrubadas e estradas intransitáveis.

Torre de telefonia celular caída, atravessa duas pistas de autoestrada do Alabama

Torre de telefonia celular caída em estrada do Alabama

O tornado é parte de um sistema de tempestades que também atingiu áreas nos estados americanos de Geórgia, Carolina do Sul e Flórida.

O Serviço Meteorológico Nacional dos EUA classificou o tornado como de, no mínimo, grau F3, que normalmente é caracterizado por ventos entre 250 e 330 quilômetros por hora.

"Ao grande povo do Alabama e áreas adjacentes: por favor, tenham cuidado e fiquem seguros.
Tornados e tempestades são verdadeiramente violentos, e mais pode estar a caminho", escreveu no Twitter o presidente dos EUA, Donald Trump. "Às famílias e amigos das vítimas e feridos, Deus abençoe todos vocês", acrescentou.

MD/lusa/ap/rtr

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

 

Leia mais