Terremotos deixam dezenas de feridos na Albânia | Notícias internacionais e análises | DW | 22.09.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Europa

Terremotos deixam dezenas de feridos na Albânia

Os piores tremores das últimas décadas no pequeno país dos Bálcãs deixam ao menos 108 pessoas feridas, entre elas, crianças e adolescentes. O Mediterrâneo é um das zonas sísmicas mais ativas da Europa.

Albanien Erdbeben (Reuters/F. Goga)

Queda de escombros destruiu veículos em Tirana

Novo tremor com magnitude de 4,8 na escala Richter foi registrado na Albânia no início da madrugada deste domingo (22/09), depois que o país foi abalado no sábado pelos piores terremotos dos últimos 30 anos, segundo o Ministério da Defesa albanês.

De acordo com informações do Serviço Geológico dos EUA (USGS), o primeiro tremor registrado na tarde de sábado teve magnitude de 5,6. Ele foi seguido por outros abalos sísmicos de magnitude 5,1 e 4,7, respectivamente.

O epicentro foi localizado seis quilômetros ao norte da cidade portuária de Durres, a uma profundidade de dez quilômetros.

Especialmente em Durres e na capital albanesa Tirana, um grande número de pessoas correu para as ruas. O Ministério da Saúde registrou ao menos 108 feridos. Segundo a mídia local, entre eles, estão muitas crianças e adolescentes com lesões na cabeça e nos membros.

Albanien Erdbeben (AFP/G. Shkullaku)

Tremores provocaram danos em edifícios

Fotos mostram danos significativos em edifícios. Quedas de escombros e tijolos destruíram veículos. Em Tirana e outras cidades e vilarejos, as linhas de transmissão de energia elétrica e telefone foram interrompidas. A capital possui cerca de 600 mil habitantes, na Albânia vivem quase três milhões de pessoas.

Devido à catástrofe, o primeiro-ministro albanês, Edi Rama, cancelou sua participação na Assembleia Geral da ONU em Nova York. Ele interrompeu sua viagem em Frankfurt para retornar à Albânia.

A região do Mediterrâneo é uma das zonas sísmicas mais ativas na Europa. Ali, as placas tectônicas Africana e Eurasiática se movem uma em direção à outra. Isso acarreta tensões que se descarregam espontaneamente através de terremotos.

CA/dpa/afp/rtr/ap

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | App | Instagram | Newsletter

Leia mais