Terremoto destrói templos em Myanmar | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 24.08.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Terremoto destrói templos em Myanmar

Quase 100 templos centenários foram danificados no sítio arqueológico de Bagan. Abalo matou pelo menos três pessoas e foi sentido também na Tailândia, Índia e Bangladesh.

Templos centenários em Bagan, Myanmar, ficaram destruídos após terremoto

Templos centenários ficaram destruídos após terremoto

Um terremoto de magnitude 6,8 na escala Richter atingiu nesta quarta-feira (24/08) o centro de Myanmar e causou pelo menos três mortes. Quase 100 templos centenários em Bagan foram danificados.

De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), o epicentro do tremor foi localizado a 84 quilômetros de profundidade e a 25 quilômetros a oeste da cidade de Chauk, que fica às margens do rio Irauadi.

Foram danificados pelo menos 94 templos em Bagan, com a arquitetura de pagode típica da região, segundo o Ministério da Cultura. O sítio arqueológico de Bagan possui mais de 2,2 mil construções budistas, erguidas entre os séculos 10º e 14, numa área que se estende por aproximadamente 40 quilômetros quadrados.

Bagan foi capital do Reino de Pagam entre os séculos 9º e 13. O sítio arqueológico é a principal atração turística do país.

Segundo o Comitê de Terremoto de Myanmar, essa foi a região mais afetada pelo abalo. Moradores de outras cidades também sentiram tremores e relataram danos menores, como janelas quebradas. O terremoto foi sentido, ainda, na Tailândia, Índia e Bangladesh.

Myanmar se localiza numa região de alta atividade tectônica. Em abril um terremoto de magnitude 6,9 sacudiu o noroeste do país, perto da fronteira com a Índia. As autoridades não divulgaram informações sobre danos e vítimas.

CN/ap/efe/afp

Leia mais