Temer anuncia novo pacote de concessões | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 08.03.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Temer anuncia novo pacote de concessões

Governo federal lança segunda rodada do PPI e promete leiloar ou renovar concessões de 55 projetos, incluindo rodovias, ferrovias, portos e linhas de transmissão de energia. Previsão é de R$ 45 bilhões em investimentos.

O governo federal anunciou nesta terça-feira (07/03) que vai leiloar ou renovar a concessão de 55 projetos ao longo dos próximos cinco anos, com investimento estimado em 45 bilhões de reais.

O anúncio faz parte da segunda rodada de concessões do Programa de Parcerias em Investimentos (PPI), sob comando do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco. A nova fase contempla rodovias, ferrovias, terminais portuários e linhas de transmissão de energia.

Os projetos anunciados incluem diversas relicitações e renovações de contrato, incluindo três terminais portuários e cinco ferrovias. Além disso, serão renovadas concessões de trechos das rodovias BR-116 e BR-040 administrados pelas empresas Nova Dutra, CRT e Concer. Com contratos que terminam em março de 2021, esses trechos totalizam 725 quilômetros e abrangem três estados.

Entre as novas concessões há 35 linhas de transmissão de energia – com investimento estimado de 12,8 bilhões de reais e leilão previsto para o primeiro semestre deste ano –, 15 companhias de saneamento e quatro terminais portuários. Também serão privatizados 211 quilômetros da BR-101, em Santa Catarina, com leilão previsto para o primeiro semestre de 2018.

Em reunião do conselho do PPI nesta terça-feira, o presidente Michel Temer afirmou que os novos projetos devem gerar 200 mil postos de trabalho diretos e indiretos no país.

"Estamos deixando para trás uma recessão profunda e entrando numa nova fase de prosperidade, em que o investimento privado será decisivo", declarou o peemedebista.

Em setembro passado, o Palácio do Planalto apresentou a primeira leva de concessões do PPI, com 35 projetos nos setores de aeroportos, portos, rodovias, ferrovias, petróleo e gás, mineração, energia e saneamento. Desde então, foram assinados três contratos e lançados sete editais de concessão e arrendamento. Até o fim deste ano, estão previstos mais de 20 leilões, segundo o governo.

EK/abr/efe/ots

Leia mais