Suposta festa de ″Matrix″ teria violado restrições de saúde alemãs | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 13.11.2020

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Coronavírus

Suposta festa de "Matrix" teria violado restrições de saúde alemãs

Segundo jornal alemão, centenas de pessoas se reuniram em estúdio em Potsdam onde foi rodado último filme da série. Autoridades investigam evento, que teria sido disfarçado de filmagem para driblar lockdown no país.

O ator Keanu Reeves

Quarto filme da série Matrix, protagonizada por Keanu Reeves, foi filmado no estúdio Babelsberg, em Potsdam

Centenas de pessoas teriam participado de uma festa num estúdio de cinema em Potsdam, próximo a Berlim, realizada pelos produtores da série de filmes Matrix. Segundo a imprensa alemã, o evento teria violado as restrições impostas pelas autoridades para conter a disseminação do coronavírus.

De acordo com uma reportagem do jornal alemão Bild desta sexta-feira (13/11), a festa ocorreu na noite de quarta no estúdio Babelsberg, onde nos últimos oito meses foi produzido o quarto filme da série.

Christoph Fisser, que administra o lendário estúdio de Potsdam, negou as acusações. Ele afirmou que, no local, apenas estava sendo filmada a cena de uma festa.

Mas, segundo uma fonte anônima citada pelo Bild, não havia nenhuma filmagem. Pessoas teriam sido convidadas para irem à festa disfarçadas de figurantes, em uma aparente tentativa de driblar as regulamentações de saúde.

"O ambiente era de exuberância. Todos receberam com antecedência um teste de PCR de covid-19. Todos precisavam usar máscaras, mas muitos não o fizeram enquanto a festa rolava", disse a fonte, uma convidada de 39 anos. "Não foram dadas instruções por parte dos diretores, não havia claquetes e ninguém estava filmando."

Segundo o Bild, a festa, que teria sido organizada pelas produtoras Lana e Lilly Wachowski, tinha o codinome de "Icecream Teamevent". O evento teria começado às 18h de quarta-feira, no horário local, e se estendeu até a madrugada de quinta.

A festa, de acordo com o jornal alemão, contou com um DJ e um show pirotécnico, além de tendas e trailers em estilo hippie para os convidados que quisessem ter mais privacidade. O ator Keanu Reeves e sua namorada estiveram no evento, mas saíram no início da noite, afirmou a reportagem.

Fisser disse que cerca de 110 figurantes e 200 membros da equipe participaram da alegada filmagem, que foi encerrada com um brinde para marcar o fim dos trabalhos. Ele disse que a equipe toda foi testada para covid-19.

Todos os figurantes que participaram da cena foram testados três vezes, com dois testes de PCR dias antes da filmagem e outro logo antes do início. O elenco principal, incluindo Reeves, recebeu testes diários. O chefe do estúdio assegura que as pessoas na equipe por trás das câmeras usavam máscaras o tempo todo, apesar de tirarem a proteção na hora do brinde.

Em Berlim e no estado vizinho de Brandemburgo, onde fica o estúdio, são permitidas festas com no máximo 50 pessoas, mas devem ser registradas com antecedência e com a submissão de uma descrição dos conceitos de higiene que deve ser aprovada pelas autoridades.

A prefeitura de Potsdam anunciou que as autoridades de saúde locais iriam abrir um inquérito sobre o evento. Um porta-voz da cidade disse que nenhuma festa havia sido registrada, mas que as autoridades e o estúdio mantiveram conversas sobre a proteção contra infecções durante as filmagens.

RC/dpa/ots

Leia mais