Sucesso internacional, série alemã ′Dark′ estreia última temporada | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 27.06.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Cultura

Sucesso internacional, série alemã 'Dark' estreia última temporada

Elogiada pela crítica, saga de mistério e ficção científica atinge seu desfecho. Em meio à expectativa dos fãs, Netflix leva ao ar os oito episódios finais de uma jornada de muitas reviravoltas através de tempo e espaço.

Cena com ator Louis Hofmann, o Jonas Kahnwald na série 'Dark'

Ator Louis Hofmann é Jonas Kahnwald na série 'Dark'

Neste sábado (27/06), a Netflix lançou a terceira e última temporada da drama de mistério e ficção científica Dark, a primeira série original em alemão do serviço de streaming, que se tornou um surpreendente sucesso internacional.

A primeira temporada, que foi ao ar em 2017, começa quando duas crianças desaparecem da pequena cidade fictícia alemã de Winden. O que poderia ser o ponto de partida para uma trama de suspense rapidamente se transforma em uma saga de ficção científica.

O mistério iniciado em uma cidade pequena que viaja no tempo com algumas reviravoltas bizarras já atraiu diversas críticas positivas. "A terceira temporada de Dark pode ser o melhor final de uma série na história da ficção científica", escreveu o site de entretenimento Inverse.

Cena da primeira temporada de Dark

Cena da primeira temporada: trama começa com o desaparecimento de duas crianças numa cidade fictícia alemã

No início deste ano, os usuários do site americano de agregação de críticas para TV e cinema Rotten Tomatoes escolheram Dark como a melhor série original da Netflix, superando 63 concorrentes.

Os protagonistas encontram a si mesmos mais jovens no passado e também quando estão mais velhos. Os fãs da série mal podem esperar para ver no que tudo vai dar no decorrer da última temporada.

E embora a série tenha sido comparada com outra saga de mistério, Stranger Things, que também começa com o desaparecimento de uma criança, Dark tem um clima peculiar alemão.

O cenário sombrio da pequena cidade que é palco da história inclui um reator nuclear que ecoa a juventude dos criadores da série, crescidos na época do desastre nuclear de Chernobyl em 1986.

"Com Dark, a Netflix mostra ficção científica com raízes europeias", escreveu o jornal The New York Times, comparando a obra alemã com Stranger Things. "No lugar da adrenalina incessante do programa americano, Dark oferece um charme silencioso e quebradiço."
______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
App | Instagram | Newsletter

Leia mais