Suíça abre fronteiras para países do espaço Schengen | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 12.12.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Suíça abre fronteiras para países do espaço Schengen

Suíça abre fronteiras para países integrantes do Acordo de Schengen, num ainda que tímido primeiro passo de aproximação com a União Européia. Turistas não-europeus têm livre circulação com o visto unificado.

default

Até março de 2009, acordo só vale em fronteiras terrestres

A partir desta sexta-feira (12/12), a Suíça passa a integrar oficialmente o grupo de países do Acordo de Schengen e abre suas fronteiras para os vizinhos Áustria, Alemanha, França e Itália. Com isso, turistas não-europeus que possuem o visto de um país pertencente ao tratado terão livre acesso também à Suíça.

Por enquanto, o acordo entra em vigor somente nas fronteiras terrestres. Nos aeroportos, os controles de identificação só serão eliminados em 29 de março de 2009, para que haja tempo suficiente de implementar as mudanças necessárias. A chefe da polícia fronteiriça suíça, Michaela Rickenbacker, disse a uma rádio local que a maioria dos postos de controle terrestre já foi removida.

Schweiz stimmt über Beitritt zum Schengen- Abkommen ab

Em 2005, populistas de direita protestaram contra o acordo com um cavalo de tróia

Como a Suíça não faz parte da União Européia, a fiscalização continuará para o trânsito de mercadorias. Porém, as 700 mil pessoas que cruzam a fronteira do país diariamente terão direito à livre circulação. A polícia fronteiriça atuará somente nas alfândegas ou em casos de suspeitas criminais.

O principal motivo de a Suíça ter aderido ao acordo foi o interesse no sistema de segurança vigente para os países da zona de Schengen. O sistema, que permite a troca de informações sobre indivíduos procurados, furtos e crimes, começou a ser testado pela Suíça em agosto de 2008. Desde então, o país recebeu cerca de 2 mil alertas, segundo a agência portuguesa Lusa.

Em 2005, a população suíça foi às urnas para votar a adesão ao tratado. Os resultados foram apertados: 55% disseram sim à integração, enquanto 45% votaram contra. O assunto gerou um grande debate no país, que com isso deu um primeiro passo em direção à União Européia.

Leia mais