STF autoriza investigação de Aécio Neves | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 12.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

STF autoriza investigação de Aécio Neves

Ministro Gilmar Mendes acolhe denúncia de Janot e abre inquérito para apurar envolvimento do senador no esquema de corrupção em Furnas. Presidente do PSDB nega acusações.

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou no fim desta quarta-feira (11/05) a abertura de um inquérito contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) por suposto envolvimento com o esquema de corrupção em Furnas.

O pedido feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e foi acolhido pelo ministro Gilmar Mendes. A Corregedoria-Geral da Polícia Federal terá 90 dias para fazer as devidas diligências e ouvir Aécio.

Além das acusações feitas pelo doleiro Alberto Yousseff, a denúncia de Janot também se baseia nas delações do senador cassado Delcídio do Amaral, ex-líder do governo no Senado, detido em dezembro passado por agentes da Operação Lava Jato. Segundo o procurador-geral, surgiram "fatos novos".

Nesta quinta-feira, Aécio, presidente do PSDB, divulgou nota em que nega as acusações feitas contra ele por Delcídio.

KG/abr/ots

Leia mais