Seriado gera atrito entre MTV alemã e católicos | Europa | DW | 12.04.2006
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Europa

Seriado gera atrito entre MTV alemã e católicos

A MTV alemã planeja exibir a partir de 3 de maio um cartoon satirizando o Vaticano. Anúncios do desenho animado recebem duras críticas da Igreja Católica, que tenta impedir a emissora de exibir a série.

default

A MTV alemã planeja exibir a partir de 3 de maio um seriado satirizando o Vaticano. Os anúncios do desenho animado veiculados em revistas provocaram duras críticas da Igreja Católica, que tenta impedir o canal de televisão de exibir a série.

O seriado Popetown mostra um papa com comportamento infantil, que adora filmes de terror e está envolvido em casos de escravidão infantil. Tanto o papa como os cardeais que o rodeiam são mostrados como corruptos e maníacos.

Além da exibição do seriado, o que irritou os católicos alemães foi o anúncio de página inteira veiculado pela MTV em revistas que trazem a programação da televisão. O anúncio mostra Jesus Cristo rindo e sentado numa poltrona em frente à televisão com uma cruz vazia ao fundo. O texto diz "rir em vez de ficar pendurado".

A Igreja Católica alemã tenta impedir a emissora de exibir a série. "Ainda não perdemos a esperança de que o diálogo com a direção da MTV leve à decisão de cancelar a exibição da série e levar em consideração os sentimentos dos cristãos no nosso país", afirma nota da Conferência dos Bispos Alemães.

Segundo a nota, a veiculação do comercial poucos dias antes da Páscoa constitui uma provocação aos cristãos alemães. A exibição da série também provocou protestos da União Social Cristã (CSU) e dos conselhos judaico e muçulmano na Alemanha.

Devido aos protestos, a MTV alemã cancelou a veiculação dos anúncios. A emissora comunicou que a série não representa a sua opinião sobre o catolicismo ou a Igreja Católica e deve ser entendida como forma de expressão artística e de entretenimento satírico.

Popetown foi originalmente produzido para a BBC em 2004, mas o canal britânico decidiu não exibi-lo após pressão da Igreja Católica. O seriado tem dez capítulos e saiu em DVD no Reino Unido e na Austrália.