Seguradoras estimam prejuízos de 12 milhões de euros no G20 | Notícias internacionais e análises | DW | 19.07.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Seguradoras estimam prejuízos de 12 milhões de euros no G20

Associação do setor afirma que só danos causados por incêndios e destruição de veículos chegam a 4 milhões de euros. Hamburgo foi palco de violência às margens da cúpula de líderes mundiais.

Supermercado é saqueado em Hamburgo

Supermercados foram saqueados e destruídos durante o encontro de cúpula do G20, em Hamburgo

Os protestos violentos e os confrontos entre manifestantes e policiais durante a recente cúpula do G20 em Hamburgo poderão custar até 12 milhões de euros a seguradoras, segundo uma estimativa inicial da associação do setor na Alemanha, a GDV, divulgada nesta terça-feira (18/07).

Desse valor, 4 milhões devem ser destinados para cobrir os estragos causados em veículos. Muitos deles foram incendiados ou destruídos, afirmou a associação. Os valores se baseiam nos pedidos de reparação já feitos às seguradoras. Além de automóveis, eles se referem também aos danos causados em estabelecimentos comerciais e residências.

Hamburgo foi palco de três dias de violência nas ruas entre 6 e 8 de julho, às margens da cúpula do G20 que ocorria na cidade. Cerca de 500 policiais e um número desconhecido de manifestantes ficaram feridos. Ao todo, 186 pessoas foram detidas, e 225, mantidas sob custódia. Dos detidos, 51 tiveram ordem de prisão decretada.

A chanceler federal alemã, Angela Merkel, prometeu logo depois da cúpula que trabalharia com as autoridades locais para ajudar as pessoas afetadas pelos protestos, tendo sido criado um fundo para acudir aqueles que não estavam devidamente segurados.

AS/lusa/rtr

Assistir ao vídeo 01:09
Ao vivo agora
01:09 min

Moradores de Hamburgo fazem mutirão de limpeza após G20

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados