Schalke está em festa com a vitória histórica sobre a Inter de Milão | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 06.04.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Schalke está em festa com a vitória histórica sobre a Inter de Milão

Quatorze anos depois da histórica vitória sobre a Inter de Milão na final da Taça da Uefa, o Schalke volta a repetir o feito e goleia por 5 a 2 na Liga dos Campeões. Equipe alemã está "nas nuvens".

default

Raul Gonzalez, do Schalke, marcou seu gol de número 70

Os alemães torcedores do Schalke estão em festa depois da vitória sobre a Inter de Milão no primeiro jogo das quartas de final da Liga dos Campeões, na noite desta terça-feira (05/04). O Schalke leva agora grande vantagem para o jogo de volta, na quarta-feira da próxima semana.

O atacante brasileiro Edu, do Schalke, marcou dois gols na partida que terminou com o placar de 5 a 2. O goleiro e capitão do time de Gelsenkirchen, Manuel Neuer, ainda "está nas nuvens" e diz que o Schalke viveu um milagre.

O Schalke tem mesmo todos os motivos para comemorar, afinal a última vez que ganhara da Inter em Milão havia sido há 14 anos. Quando era novo, Neuer assistiu ao triunfo do Schalke sobre o rival na final da Taça da Uefa de 1997. Ambas as equipes haviam vencido em casa por 1 a 0. No segundo jogo, o Schalke venceu nos pênaltis.

"Para os torcedores, o jogo desta terça-feira foi espetacular", vibrou o treinador do time alemão, Ralf Rangnick. Ele complementa dizendo que também poderia ter terminado em 5 a 10 ou 4 a 8: "Não houve um minuto de monotonia".

Virou manchete

A mídia italiana está desconsolada. O jornal La Gazzeta dello Sport publicou que a Inter de Milão cometeu suicídio, questionando o leitor: "Será o fim de uma era? Os campeões foram novamente humilhados". O La Repubblica considou o jogo uma catástrofe; o Il Tempo , um pesadelo.

Fussball Champions League Inter Mailand gegen FC Schalke 04 Flash-Galerie

Raúl celebra gol. Ao fundo, o brasileiro Edu

Na Espanha, o El País destacou: "Schalke estraçalha a Inter de Milão". Já o El Mundo preferiu falar de Raúl (do Schalke) ao dizer que ele foi à caça na cidade italiana.

O The Guardian , no Reino Unido, lembrou que jogadores tidos como tecnicamente inferiores chocaram a Inter com uma enfática vitória no estádio San Siro. O The Independent publicou: "Edu leva o Schalke à vitória".

Na Suíça, o Tages-Anzeiger retratou a atuação do Schalke como sendo um "espetáculo puro". O Basler Zeitung destacou que o time alemão foi a "estrela da hora" em Milão.

Schalke vai às semifinais

Mas ao que tudo indica, a histórica vitória do Schalke no estádio Giuseppe-Meazza, também conhecido como San Siro, não surpreendeu os jogadores alemães. Afinal, durante toda a partida, eles procuraram fazer gols, sendo recompensados já nos primeiros 17 minutos, apesar de o primeiro gol da partida ter sido marcado para os italianos, pelo sérvio Dejan Stankovic.

O alemão-camaronês Joel Matip igualou o placar e fez o primeiro gol do Schalke num bate-e-rebate dentro da área. Para o jovem de 19 anos, este foi o primeiro gol na Liga dos Campeões.

O argentino Diego Milito fez o 2 a 1 aos 33 minutos de jogo e, faltando cinco minutos para o intervalo, o brasileiro Edu novamente empatou a partida.

Fussball Champions League Inter Mailand gegen FC Schalke 04

Inter de Milão não foi poupado pela mídia

O segundo tempo foi marcado por rapidez e dinamismo. Desta vez, o Schalke saiu na frente e o atacante espanhol Raúl fez o seu gol de número 70 da Liga dos Campeões. Ele é o maior artilheiro da história da competição.

Àquela altura, o pior ainda estava por vir para a Inter de Milão. Antonio Ranocchia marcou um gol contra e o time italiano perdeu a autoconfiança. E, para fechar, Edu marcou o último gol.

BR/dpa/dw/sid/afp
Revisão: Alexandre Schossler