Saiba o que é a Asem | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 23.10.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Saiba o que é a Asem

A Reunião Ásia-Europa é um fórum de discussões informal entre países europeus e asiáticos. Informal, mas de peso: o grupo representa metade da população mundial e é responsável por 50% do PIB e 60% do comércio globais.

default

A cada dois anos, chefes de Estado de países europeus e asiáticos se encontram para aprofundar o diálogo e a ampliar as relações entre as duas regiões. Esse ambiente de cooperação teve início em 1994, por iniciativa do então primeiro-ministro da Cingapura, Goh Chok Tong. Na época, ele apresentou ao seu homólogo francês, Édouard Balladur, a idéia de realizar uma cúpula entre a Ásia e a Europa para estreitar as relações entre os países.

A idéia logo saiu do papel. Em março de 1996, Bangcoc foi sede da primeira sessão de conversas. Assim foi fundada, oficialmente, a Reunião Ásia-Europa – ou Asem, na sigla em inglês.

Comércio, política e terror em pauta

De lá para cá, a Asem cresceu em tamanho e importância. A composição inicial foi ampliada em duas ocasiões. Hoje, a Asem é composta pelos 27 países-membros da União Européia e Comissão Européia; pelos 10 países da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean), bem como o secretariado do grupo; e por China, Japão, Coréia do Sul, Índia, Paquistão e Mongólia.

Parade anlässlich China ASEM Treffen

Guarda chinesa atenta para receber visitantes da 7ª Reunião Ásia-Europa, em Pequim

Hoje, os países-membros da Asem representam mais da metade da população do mundo. Juntos, eles respondem por 50% do PIB global e são responsáveis por 60% do comércio mundial. Entre os principais temas na agenda comum estão relações comerciais, considerações sobre políticas de segurança e a luta contra o terrorismo, bem como questões como migração e proteção ao clima e ao meio ambiente.

Desde o início, a cooperação entre Ásia e Europa não veio sem riscos ou dificulades. Sob o ponto de vista comercial, os países da União Européia são concorrentes ao tentarem entrar no mercado asiático. No entanto, devido à ligação que mantêm na UE, eles se apresentam na Asem com mais unidade entre si do que seus parceiros asiáticos.

Perfis variados, mas interesses em comum

Com um perfil altamente heterogêneo, o grupo dos países asiáticos persegue, muitas vezes, metas muito diferentes nos âmbitos comerciais, políticos e estratégicos. Ainda assim, tem um forte interesse em comum: o de reforçar suas relações internacionais através de uma rede coletiva, sem precisar se comprometer individual ou regionalmente. Nos últimos 12 anos, a União Européia ganhou significado cada vez maior para os países asiáticos.

Através do diálogo freqüente e da administração conjunta de desafios, os países da Asem conseguiram criar uma metodologia de trabalho eficiente. Durante as cúpulas que acontecem a cada dois anos, ministros fazem encontros específicos de suas áreas, como Relações Exteriores, Economia, Meio Ambiente, Cultura. Além disso, duas organizações menores surgiram como frutos da Asem: a Fundação Ásia-Europa, na Cingapura, e um centro de tecnologias ambientais em Bangcoc.

A sétima Reunião Ásia-Europa acontece nos dias 24 e 25 de outubro em Pequim, na China. Neste ano, o lema do encontro é "Visão e ação – Em direção a uma solução ganha-ganha". Chefes de Estado e de governo de cerca de 40 países asiáticos e europeus devem marcar presença.

Leia mais

Links externos