Rússia atrai estrangeiros com turismo de vacina | DW Brasil | Notícias e análises do Brasil e do mundo | DW | 06.05.2021

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Rússia atrai estrangeiros com turismo de vacina

Que tal conhecer os pontos turísticos de cidades russas e, ainda, ser vacinado contra a covid-19? A Rússia atrai estrangeiros com pacotes de viagens que incluem a aplicação do imunizante Sputnik V, e muitos alemães já demonstraram interesse.

Assistir ao vídeo 02:13

Que tal conhecer os pontos turísticos de cidades russas e, ainda, ser vacinado contra a covid-19? A Rússia está atraindo estrangeiros com pacotes de viagens que incluem a aplicação do imunizante Sputnik V, e muitos alemães já demonstraram interesse. Entre eles está o casal Heinz-Gerd Pinkernell e Katja Harms: eles compraram uma viagem para Moscou com direito a uma dose da vacina Sputnik V pelo custo de cerca de 2 mil euros (quase 13 mil reais).

"Acreditamos que não seremos vacinados em breve na Alemanha. Quanto mais pessoas forem vacinadas, melhor será para a imunidade de rebanho. E se há uma oferta assim para se vacinar em Moscou, então isso faz sentido", conta Heinz-Gerd Pinkernell. A imunização começou de forma lenta na Alemanha e prioriza os mais velhos e os grupos de risco.

Ele não está preocupado pelo fato de o imunizante russo Sputnik V não ter sido aprovado pela União Europeia. "Honestamente, para mim tanto faz se foi ou não aprovada na Europa. A questão é simples: eu fui vacinado e me sinto seguro. Os estudos até aqui mostraram que ela é eficaz. Agora, estamos ansiosos para poder voltar a viajar", acrescentou.

Katja Harms aproveitou para fazer na Rússia o que ela não pode fazer neste momento na Alemanha. "Eu me sinto ótima aqui na Rússia. Na Alemanha, havia perdido essa sensação de liberdade: de passear calmamente pelas ruas sem máscara, comer em restaurantes e viajar. É maravilhoso", afirmou.

Os recém-vacinados estão curtindo alguns passeios. Muitos na Alemanha, porém, não têm condições financeiras de fazer essa viagem e terão que esperar pela sua dose.