Quedlinburg: uma cidade como monumento | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 27.09.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Quedlinburg: uma cidade como monumento

Quedlinburg, no estado da Saxônia-Anhalt, foi incluída em 1994 na lista dos patrimônios da humanidade da Unesco. A cidade teve sorte. Durante uma certa época, alguns dos seus monumentos estiveram ameaçados de demolição.

default

Quedlinburg, uma cidade inteira como patrimônio da humanidade


Fachwerkhaus in Quedlinburg

Casa de enxaimel em Quedlinburg

É como num álbum de fotografias – pitorescas casas de enxaimel, fachadas ricamente decoradas, vielas estreitas e um devaneante emaranhado de telhados pontiagudos e torres. A cidade de Quedlinburg é por inteiro uma atração turística. Em cerca de 80 hectares estão concentradas 1.200 casas de enxaimel de seis séculos. Essa silhueta urbana histórica ímpar foi reconhecida pela Unesco, em 17 de dezembro de 1994, como patrimônio cultural da humanidade, sendo incluída na lista dos monumentos que devem ser preservados.


Cidade medieval

Dom in Quedlinburg

Na igreja encontra-se o túmulo do primeiro rei alemão, Henrique 1º

"O bairro histórico de Quedlinburg é um exemplo extraordinário de cidade medieval européia", foi como a Unesco justificou na época sua inclusão na lista dos patrimônios da humanidade. A igreja de São Servatius, com os túmulos do primeiro rei alemão, Henrique 1º, e de sua esposa, Mathilde, e o tesouro da catedral, é uma obra-prima arquitetônica do estilo românico. Com pouco mais de 21 mil habitantes, Quedlinburg é um dos maiores monumentos da Alemanha. No seu centro histórico, mais de 800 construções também são consideradas, isoladamente, como monumentos.


Saneamento dispendioso

Schloßberg in Quedlinburg mit Schloß

Sobre o Schlossberg estão a igreja de São Servatius e o castelo renascentista

Na época da Alemanha Oriental, as fachadas decorativas de Quedlinburg começaram a ruir. O cuidado com os prédios foi negligenciado, chegou-se a planejar até mesmo a sua demolição. Mas desde 1990, a cidade está sendo saneada. O maior problema é representado pela colina Schlossberg. A íngreme rocha de arenito, sobre a qual está a igreja de São Servatius com o seu tesouro milenar e o castelo renascentista, pode desabar, pois foi escavada por veios subterrâneos de água.


Klopstock e Feininger

Glasfenster in Quedlinburg

Vitral de Quedlinburg

A etiqueta de patrimônio da humanidade atrai turistas para a cidade da região do Harz. Lá existem muitas atrações. Na Casa de Klopstock, ao pé da colina Schlossberg, nasceu o poeta Friedrich Gottlieb Klopstock (1724–1803). Ela abriga hoje um museu. Ao lado, o interessado em arte pode visitar a Galeria Feininger, que expõe as obras expressionistas de Lyonel Feininger (1871–1956). Também o Museu do Enxaimel e o Museu dos Vitrais despertam grande interesse dos visitantes. Inúmeros ateliês artísticos e artesanais completam a oferta turística da cidade.







Leia mais