Qual é a linha que separa a música erudita do pop? | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 28.03.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Qual é a linha que separa a música erudita do pop?

Para o pianista croata Maksim Mrvica, ela quase não existe. Ele é conhecido pelos arranjos inusitados e também por ter tocado "O voo do Besouro”, de Nikolay Rimsky-Korsakov, em apenas 56 segundos.

Assistir ao vídeo 05:08

“Um dia decidi que precisava encontrar uma maneira de aproximar a música erudita do público jovem porque senão no futuro não haveria ninguém para dar continuidade a ela”, conta o pianista sobre suas apresentações que unem o erudito com o pop. Ao apresentar O voo do Besouro, de Nikolay Rimsky-Korsakov, em apenas 56 segundos, ele ganha a fama de ser um dos pianistas mais rápidos do mundo. A interpretação moderna da composição faz parte do seu primeiro álbum crossover. O álbum, lançado em 2003, foi responsável pelo estouro internacional do músico. Até agora, Maksim Mrvica já vendeu mais de quatro milhões de cópias em 57 países e já lançou onze álbuns.