PTB desiste de indicação de Cristiane Brasil | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 20.02.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

PTB desiste de indicação de Cristiane Brasil

Após batalha judicial, partido indicará novo nome para assumir Ministério do Trabalho. Posse da filha de Roberto Jefferson foi barrada pela Justiça por ela ter sido condenada em ações trabalhistas.

Cristiane Brasil

Cristiane Brasil foi vítima de caça às bruxas, afirmou o PTB

Depois de uma batalha judicial que já dura mais de um mês e sem previsão de acabar, o PTB desistiu nesta terça-feira (20/02) da indicação da deputada federal Cristiane Brasil para o Ministério do Trabalho. O anúncio foi feito pelo presidente nacional do partido, Roberto Jefferson, pai de Cristiane.

"Diante da indecisão da ministra Cármen Lúcia em não julgar o mérito neste primeiro semestre, o PTB declina da indicação da deputada federal Cristiane Brasil para o Ministério do Trabalho. A decisão do partido visa proteger a integridade de Cristiane e não deixar parada a administração do ministério", escreveu Jefferson em sua conta no Twitter.

Jefferson agradeceu também o apoio que a deputada teria recebido do presidente Michel Temer durante o impasse, que chamou de "período de caça às bruxas".

Cristiane, de 44 anos, foi indicada pelo PTB para assumir a pasta no início de janeiro. A posse da deputada, porém, foi barrada por uma decisão liminar. Ela foi condenada em ações trabalhistas movidas por motoristas que alegaram ter trabalhado para a parlamentar sem carteira de trabalho assinada.

O Planalto tentou reverter a suspensão. Por fim, o caso foi parar no Supremo Tribunal Federal (STF), onde a presidente da corte, a ministra Cármen Lucia, aceitou, em caráter liminar, uma reclamação apresentada pelo Movimento dos Advogados Trabalhistas Independentes (Mati), que contestava a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que havia liberado a posse da deputada.

O caso trabalhista não é o único escândalo em que a política do PTB está envolvida. Segundo valores apresentados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ela teve 93% de sua campanha eleitoral em 2014 financiada por empresas hoje investigadas por corrupção.

Durante a batalha jurídica, Cristiane também causou polêmica e desconforto no Planalto após aparecer em um vídeo com empresários sem camisa questionando a Justiça do Trabalho.

Segundo o Blog do Valdo Cruz, no G1, o PTB indicará Helton Yomura para assumir o ministério. Ele é atualmente secretário-executivo na pasta e já foi superintendente regional do Ministério do Trabalho no Rio de Janeiro.

CN/ots

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Leia mais