Propaganda do governo alemão exalta ″heróis do sofá″ | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 15.11.2020

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Pandemia

Propaganda do governo alemão exalta "heróis do sofá"

Em meio à segunda onda da pandemia, peça promocional bem-humorada insta cidadãos a fazer a coisa certa: "absolutamente nada", ficando em casa e evitando a propagação do vírus.

O governo alemão divulgou neste sábado (14/11) uma bem-humorada campanha comercial que exalta os "heróis do sofa": os cidadãos e cidadãs que seguem as recomendações oficiais e estão se mantendo em isolamento, para evitar o alastramento do coronavírus.

Com a proximidade do inverno, a Alemanha enfrenta atualmente a segunda onda da pandemia, com mias de 20 mil novos casos de coronavírus por dia, e impôs um lockdown parcial em todo o país. A chanceler federal Angela Merkel vem apelando com frequência à responsabilidade cidadã.

O vídeo promocional, divulgado nas mídias sociais e de um minuto e meio de duração, tem como lema: "Seja você também um herói e fique em casa – juntos contra o coronavírus".

A peça publicitária começa com um homem idoso recordando seu "serviço" à nação no tempo em que ele era um jovem estudante –  "no inverno de 2020, quando os olhos de todo o país estavam sobre nós".

Assistir ao vídeo 02:12

Propaganda alemã que exalta “heróis do sofá” viraliza nas redes sociais

"Eu tinha acabado de completar 22 anos e estava estudando engenharia", continua o narrador, "quando a segunda onda chegou". "Nesta idade, você quer fazer festa, estudar, conhecer pessoas, ir beber com os amigos... No entanto, o destino tinha planos diferentes para nós".

A cena muda então para o narrador quando jovem, acompanhado de uma música dramática de fundo: "Um perigo invisível ameaçava tudo aquilo em que acreditávamos".

"De repente, o destino deste país estava em nossas mãos", diz ele. "Então, reunimos toda a nossa coragem e fizemos o que se esperava de nós, a única coisa certa".

"Não fizemos nada. Absolutamente nada. Fomos tão preguiçosos quanto guaxinins", conta ele, em  tom sério. "Dias e noites, ficamos em casa e lutamos contra a propagação do coronavírus."

O herói é visto deitado em seu sofá, enquanto, ao fundo, a pizza chega.

"Nosso sofá era o front, e nossa paciência era a nossa arma'', afirma o narrador. O anúncio termina com o senhor dizendo: "Olhando para trás, este era o nosso destino... Foi assim que nos tornamos heróis".

Até este sábado, a Alemanha tinha mais de 775 mil casos de coronavírus com 12.378 mortes. O país impôs um lockdown parcial de um mês para controlar a propagação da covid-19 no início de novembro, fechando restaurantes, bares e academias, e limitando o número de pessoas que podem se encontrar em público e em casa.

RPR/ots