Programa cultural acompanha Mundial de Atletismo em Berlim | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 21.08.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Programa cultural acompanha Mundial de Atletismo em Berlim

Quem não se interessa pelas competições do Mundial de Atletismo pode se entreter de outra forma, visitando exposições e eventos com o tema "Corpo – Arte do Movimento", no Estádio da Cultura em Berlim.

default

'Estádio da Cultura' foi construído em frente ao Portão de Brandemburgo

Os cartazes ao longo do caminho de pedestres que divide a avenida Unter den Linden em Berlim chamam a atenção, mas não são invasivos. No entanto, as fotos são tão emocionantes que é difícil não parar para observá-las por algum tempo. "Você é simplesmente atraído por elas, elas chamam você. Eu acho que esse é o objetivo dessa exposição", explicou uma turista inglesa.

A turista ficou especialmente fascinada com uma foto de Ariane Friedrich, que mostra o exato momento em que a atleta alemã de salto em altura ficou ciente de sua quebra de recorde. "Pode-se ver que ela se surpreendeu, percebe-se a força da atleta e também se pode ver que ela alcançou algo muito importante".

Esse tipo de observação é um colírio para os olhos do organizador da mostra ao ar livre Em movimento, Thomas Friedrich. A exposição percorre a história fotográfica do atletismo nos últimos 125 anos. "Foi em 1884 que pioneiros conseguiram fixar a imagem de pessoas se movendo diante da câmera", explicou Friedrich.

Fotografia instantânea

Foto-Ariana-Friedrich

Foto da atleta Ariane Friedrich faz parte da exposição

Segundo o realizador da mostra, o atletismo e a fotografia sempre caminharam juntos. "Porque o atletismo tornou-se popular justamente no momento em que a fotografia virou um meio da cultura de massa", disse Friedrich.

A exposição não é, todavia, uma mostra representativa da história da fotografia do atletismo, mas uma seleção das melhores imagens do esporte desde o fim do século 19. Na opinião de um jovem universitário que a visitou, "trata-se realmente de uma boa exposição". "Eu também gosto de fotografar e acho sempre emocionante captar o movimento".

"Corra, pule e arremesse"

A segunda exposição no programa cultural do Campeonato Mundial de Atletismo é um pouco mais conservadora. Corra, pule e arremesse é o nome da seleção de artistas contemporâneos internacionais reunidos no Rotes Rathaus, o prédio da prefeitura de Berlim. Ela mostra a estética da arte e do esporte a partir de diferentes aspectos culturais.

Um visitante comentou que "é preciso se habituar à mostra. Não corresponde ao meu gosto, é algo muito moderno, muito abstrato. Eu esperava algo mais realista, mas isso é uma questão de gosto".

Por outro lado, a individualidade dos quadros impressionou outro visitante da mostra. "Ela apresenta aspectos e opiniões pessoais, que levam um artista a se relacionar com o tema atletismo – é interessante".

Ausstellungsbild-abstrakt 1

Mostra leva fascinação do atletismo ao visitante

A terceira exposição que integra o programa cultural deste Mundial em Berlim não se dedica à arte, mas à informação. Recordes esquecidos relata o destino de três atletas judias, estrelas do atletismo nas décadas de 1920 e 1930 – mas que foram confiscadas de seu reconhecimento social e esportivo pelos nazistas e quase foram esquecidas.

Pista de atletismo em frente ao Portão de Brandemburgo

Cultura não é somente pintura e fotografia, mas também música. Os organizadores do programa cultural reproduziram uma pista de atletismo em frente ao Portão de Brandemburgo. Shows de grupos musicais e apresentadores se revezam no palco construído sobre a pista. Além disso, diversas atividades tentam atrair a participação dos passantes.

Kulturmeile

Exposição atrai turistas e berlinenses

Como, por exemplo, uma iniciativa da organização não governamental Ação Agrária Alemã. Trata-se de uma corrida em que cada participante procura um patrocinador que recompense com dinheiro as voltas dadas na pista.

O dinheiro é destinado a projetos de ajuda humanitária no Mali, Índia, Equador e Ruanda. "Uma coisa ótima", na opinião de um visitante sul-coreano que levou seus dois filhos para participar da iniciativa.

Com certeza, o programa cultural não substitui a visita ao Estádio Olímpico de Berlim, onde se realizam as provas do Mundial de Atletismo, mas o programa consegue atrair com sucesso milhares de turistas e berlinenses, aproximando-os da fascinação desta modalidade esportiva.

Autora: Sarah Faupel

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais