Primeiro-ministro canadense pede desculpas por encostar em deputada | Veja todo o conteúdo audiovisual publicado na mediateca | DW | 19.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Primeiro-ministro canadense pede desculpas por encostar em deputada

A imagem de bom moço do primeiro-ministro canadense Justin Trudeau, eleito há quase um ano, parece ter sido arranhada. Trudeau pediu desculpas por, aparentemente, ter acotovelado uma deputada da oposição.

Assistir ao vídeo 00:59
Ao vivo agora
00:59 min

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau (liberal), foi acusado pela oposição de dar empurrões e cotoveladas em deputados em pleno Parlamento, nesta quarta-feira (18/05). O fato teria acontecido antes da votação do projeto de lei sobre a morte assistida para doentes terminais. Após discussão entre deputados do Partido Conservador (PC) e do Partido dos Novos Democratas (NDP), Trudeau teria tentado acalmar os ânimos, empurrando-os para que se sentassem. Nesse momento, ele teria encostado no peito da deputada Ruth-Ellen Brosseau, o que gerou uma intensa discussão entre Trudeau e o líder do NDP, Thomas Mulcair. Mais tarde, Trudeau pediu desculpas e admitiu que pode ter tido acidentalmente um "contato com outros deputados" e pediu desculpa se "alguém ficou ofendido".