Presidiários fogem durante almoço com papa | Notícias internacionais e análises | DW | 11.10.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Presidiários fogem durante almoço com papa

Polícia italiana busca dois presos que aproveitaram evento com pontífice para escapar. Em Bolonha, Francisco se reuniu com pessoas carentes e com um grupo de 20 detentos.

Almoço da fuga ocorreu no início de outubro em Bolonha

Almoço da fuga ocorreu no início de outubro em Bolonha

Dois presidiários aproveitaram para fugir durante um almoço celebrado pelo papa Francisco em Bolonha no início do mês, divulgou nesta quarta-feira (11/10) a imprensa italiana. Os dois faziam parte do grupo de 20 detentos que participava do evento.

Assistir ao vídeo 00:45

Papa pendura placa com dizeres “Proibido lamentar-se”

A fuga ocorreu durante o almoço organizado na Basílica de São Petrônio, do qual participavam pessoas carentes e presos. Ainda não se sabe se os dois presidiários fugiram pouco tempo antes ou logo em seguida ao encontro, que ocorreu no dia 1º de outubro. Desde então, eles não foram mais vistos.

Os dois fugitivos já tinham cumprido suas penas, mas seguiam detidos e participavam de um programa de reinserção social, pois as autoridades italianas os consideravam "socialmente perigosos".

A polícia agora busca pelos homens, que eram do sul da Itália. Segundo a imprensa local, quando capturados, os dois deverão voltar ao programa de reinserção. O Ministério italiano da Justiça e o Vaticano não quiseram comentar o ocorrido

CN/efe/afp/dpa

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados