1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier
Steinmeier disse que ser chefe de Estado tem sido uma "honra" e um "enorme desafio"Foto: Bernd von Jutrczenka/dpa/picture alliance

Presidente alemão anuncia candidatura à reeleição

28 de maio de 2021

Escolha do chefe de Estado deve ocorrer em fevereiro. Cargo tem caráter cerimonial no país. Steinmeier diz querer o segundo mandato para "continuar a construir pontes".

https://www.dw.com/pt-br/presidente-alem%C3%A3o-anuncia-candidatura-%C3%A0-reelei%C3%A7%C3%A3o/a-57704549?maca=bra-rss-br-all-1030-rdf

O presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, disse nesta sexta-feira (28/05) que se candidatará a um segundo mandato de cinco anos. O cargo de presidente da Alemanha tem um caráter amplamente cerimonial, e quem ocupa o posto é visto como uma espécie de bússola moral para o país.

Eleito para chefe de Estado alemão em 2017, o político social-democrata de 65 anos anunciou sua intenção de concorrer novamente no próximo ano em uma entrevista coletiva realizada em Berlim.

Steinmeier disse que deseja "acompanhar o país em seu caminho para o futuro" e continuar a "construir pontes".

Ex-ministro do Exterior

Um dos políticos mais populares ​​da Alemanha, Steinmeier foi nomeado presidente após ter ocupado cargos de importantes no governo federal, como ministro do Exterior e chefe de gabinete do ex-chanceler federal alemão Gerhard Schröder.

Ele também foi candidato a chanceler em 2009 pelo Partido Social-Democrata (SPD), quando foi derrotado pela chanceler federal Angela Merkel.

Com seu cabelo branco como a neve, óculos redondos e sorriso com covinhas, Steinmeier é formado em direito e nutriu reputação de ser diplomático e comedido em seu discurso.

Steinmeier disse que ser presidente tem sido uma "honra" e um "enorme desafio".

Chance de reeleição

A Alemanha vai às urnas para uma eleição geral em setembro próximo – a primeira em 16 anos sem Merkel, que está se aposentando da política.

O SPD está atualmente em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, bem atrás da aliança conservadora de Merkel, composta pela União Democrata Cristã (CDU) e a União Social Cristã (CSU), e dos verdes.

No entanto, Steinmeier ainda pode ser eleito presidente novamente se for apoiado pelos novos partidos do governo e pelo Parlamento. A próxima eleição para presidente está prevista para fevereiro do próximo ano.

Na Alemanha, o presidente não é eleito diretamente, mas por um colégio eleitoral, a Assembleia Federal, que se reúne exclusivamente para este fim. Metade dela é formada pelos deputados federais e a outra, por delegados escolhidos pelas assembleias legislativas dos 16 estados alemães.

md (AFP, DPA)