Premiação da MTV Europa consagra Justin Bieber e Taylor Swift | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 12.11.2012
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Cultura

Premiação da MTV Europa consagra Justin Bieber e Taylor Swift

Astro canadense e cantora country pop foram os grandes vencedores do MTV EMAs 2012. O grupo Restart foi finalista na categoria melhor artista global e venceu o prêmio de melhor banda brasileira.

A MTV Europa entregou seus prêmios na noite de domingo (11/11), em Frankfurt. A festa, realizada pela quinta vez na Alemanha, consagrou o canadense Justin Bieber e a americana Taylor Swift com três prêmios para cada um.

Apresentado pela modelo alemã Heidi Klum, o evento deixou de ser local para se tornar uma celebração global, entregando seus principais prêmios a artistas do outro lado do Atlântico. A ideia era reunir fãs dos quatro cantos do planeta em uma só premiação musical.

MTV Europe Music Awards 2012 Frankfurt

MTV Europe Music Awards 2012 foi apresentado pela alemã Heidi Klum

Boa menina

As grandes indicadas eram Rihanna e Taylor Swift. As jovens cantoras concorriam em seis categorias. A noite foi da estrela pop teen Taylor Swift, que levou o troféu nas categorias melhor artista feminino, melhor show ao vivo e o melhor look – nova categoria que destaca visual e estilo.

Parece que o estilo boa moça de Swift tem agradado ao público, e o fato de estar na cerimônia, que nesta edição careceu de grandes estrelas, deve ter contado pontos a seu favor. Ela encerrou a festa no melhor estilo circo com uma animada apresentação ao vivo de We are never ever getting back together.

Apesar do grande sucesso We Found Love, em parceria com o DJ e produtor inglês Calvin Harris, Rihanna não levou os prêmios de melhor música e vídeo, e saiu da premiação sem vencer em nenhuma das categorias nas quais concorria.

Justin Bieber mostrou que sua popularidade continua em alta. Ele foi considerado o melhor artista masculino e melhor artista pop pelo segundo ano consecutivo. Sem comparecer à cerimônia, Bieber também levou o prêmio World Stage.

Justin Bieber

Justin Bieber levou três prêmios, mas não estava presente na cerimônia

Novas Bandas

A canadense Carly Rae Jepsen fez sua estreia no EMAs levando dois prêmios: Push – como destaque do ano – e melhor música, com a onipresente Call me maybe. A canadense de 26 anos fez uma das mais animadas apresentações da noite, com direito a invasão de fãs no palco e "mosh" sobre a plateia.

A sensação jovem One Direction mostrou que tem as fãs mais fieis, levando os prêmios de melhor banda revelação e maiores fãs, além do prêmio de melhor banda do Reino Unido.

Os brasileiros do Restart foram os vencedores do prêmio de melhor banda brasileira e estavam entre os finalistas na categoria de melhor artista global. Eles perderam para o chinês Han Geng. Tim Bendzko foi escolhido pelo público como melhor artista alemão.

Nicki Minaj und David Guetta

Nicki Minaj e David Guetta venceram as categorias hip hop e música eletrônica

Shows mornos

O rock se mostrou pouco inventivo na festa em Frankfurt. O prêmio na categoria foi para os americanos do Linkin Park, que recentemente lançaram o disco Living things. Duas das maiores bandas de rock da atualidade, The Killers e Muse fizeram shows mornos que ganharam força graças ao visual eletrizante dos efeitos de iluminação.

Outras apresentações da noite incluíram a novata Rita Ora, que abriu a festa descendo de uma gaiola, o rapper Pitbull, os americanos do fun. e a cantora Alicia Keys, que também apresentou o prêmio de ícone global em homenagem a Whitney Huston, morta em fevereiro deste ano.  

Os californianos do No Doubt apresentaram a recém lançada Looking Hot. Apesar da faixa estar longe dos grandes momentos da banda, eles ganharam pontos com o carisma da vocalista Gwen Stefani e fizeram uma das mais energéticas apresentações da noite.

Eles só não foram mais animados do que o sul-coreano Psy, que invadiu o palco do EMAs com um bando de sósias e fez todo mundo dançar seu Gangnam Style. Ele também levou o prêmio de melhor vídeo.

David Guetta foi o melhor artista de música eletrônica, e Nick Minaj a melhor artista de hip hop. Ambos não estavam presentes na festa, que teve entre seus apresentadores a socialite Kim Kardashian, os Jonas Brothers, o ator David Hesselhoff, a modelo brasileira Isabeli Fontana e a cantora Lana Del Rey, que ganhou o troféu de melhor artista alternativa. 

A festa foi transmitida para mais de 700 mil domicílios e contou com mais de 184 milhões de votos, via internet e celular, de fãs ao redor do mundo.

Autor: Marco Sanchez
 

Leia mais