Por que as vacinas contra covid-19 não alteram seu DNA | Assista aos vídeos selecionados pela equipe da DW Brasil | DW | 28.07.2021

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Destaques em Vídeo

Por que as vacinas contra covid-19 não alteram seu DNA

[Vídeo] Com tantos mitos sobre as vacinas contra a covid-19 em relação ao seu impacto na saúde humana, muitas pessoas não sabem no que acreditar. Checamos os fatos e apresentamos o que é preciso saber sobre as vacinas de mRNA – os mitos e os fatos.

Assistir ao vídeo 05:00

Com tantos mitos sobre as vacinas contra a covid-19 em relação ao seu impacto na saúde humana, muitas pessoas não sabem no que acreditar. Um dos temores é em relação a uma nova tecnologia usada pela primeira vez em algumas vacinas – o RNA mensageiro. Muitos temem que as vacinas de mRNA possam manipular o DNA humano. Isso não é verdade.

"São duas estruturas diferentes que estão em lugares diferentes na célula. O DNA está no núcleo da célula e o RNA apenas vai para as partes externas da célula, o citosol, onde é lido e transformado em proteínas protetoras", disse a doutora Anahita Fathi, do hospital universitário Hamburgo-Eppendorf, na Alemanha.

O mRNA, portanto, nunca entra no núcleo da célula,  onde o nosso DNA é guardado. Muitos especialistas têm certeza de que as vacinas de mRNA são o futuro da medicina. "Hoje fazemos muita vacinas contra a gripe usando ovos de galinha, mas existem muitas pessoas que são alérgicas às proteínas dos ovos de galinha. Com uma vacina feita nos princípios da vacina da Moderna ou Pfizer, não teria esse problema", explicou o professor David Baltimore, do Instituto de Tecnologia da Califórnia.