Polícia detém suspeito de ataques a bomba em Dresden | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 09.12.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Polícia detém suspeito de ataques a bomba em Dresden

Nino K, de 29 anos, é acusado de envolvimento em dois atentados na capital da Saxônia no fim de setembro, quando ocorreram explosões numa mesquita e num centro de convenções.

Deutschland Polizei untersucht Tatort nach Anschlag auf Moschee (Reuters/M. Schumann)

Polícia inspeciona mesquita alvo de ataque em Dresden

A polícia de Dresden deteve nesta quinta-feira (08/12) um suspeito de envolvimento em dois ataques a bomba no fim de setembro. Segundo informações divulgadas nesta sexta-feira pelas autoridades, trata-se de Nino K., de 29 anos, natural da própria cidade.

Na semana anterior às celebrações dos 26 anos da reunificação alemã, foram registradas na capital da Saxônia duas explosões, a primeira numa mesquita e a segunda num centro de convenções. Apesar dos danos materiais, não houve vítimas. Ainda não está claro se há uma ligação entre os dois atentados.

A polícia revelou que o suspeito foi preso após "investigações abrangentes". Incriminando Nino K., foram encontrados vestígios de seu DNA em diversos "artefatos criminosos", e confiscados "diferentes objetos" que "presumivelmente podem ser utilizados na fabricação de explosivos".

De acordo com o website do tabloide alemão Bild, o suspeito teria ligações com o movimento anti-islâmico Pegida (sigla em alemão para "Patriotas europeus contra a islamização do Ocidente"). Há alguns meses, durante um evento do grupo, ele teria incitado contra os "estrangeiros criminosos" e "africanos preguiçosos".

IP/dpa/afp/apd/ots

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados