Pintura de Banksy é vendida por quase 10 milhões de dólares | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 22.10.2020

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Cultura

Pintura de Banksy é vendida por quase 10 milhões de dólares

Obra leiloada é uma versão de "Ponte japonesa", de Monet. Valor arrecadado supera expectativas e é o segundo mais alto já pago por um quadro do artista britânico.

Homens seguram quadro Show me the Monet, de Banksy

Versão de Banksy para a "Ponte japonesa", de Monet

Uma pintura do artista de rua britânico Banksy foi leiloada por 9,9 milhões de dólares (cerca de 55 milhões de reais) na noite desta quarta-feira (21/10) em Londres. A obra chamada Show me the Monet é uma versão de um famoso quadro do impressionista francês Claude Monet.

O valor arrecadado superou as expectativas dos leiloeiros da Sotheby's, que previam que a obra seria arrematada pela metade desse montante. O quadro foi comprado por um colecionador anônimo da Ásia.

A pintura a óleo de Banksy é inspirada na obra Ponte japonesa de Monet, mas com algumas adesões à versão original. O artista britânico incluiu dois carrinhos de compras e um cone flutuando na idílica lagoa.

Criada em 2005, a obra integrou uma exposição que trazia reinterpretações de quadros famosos. "O verdadeiro dano ao nosso meio ambiente não é causado por grafiteiros e adolescentes bêbados, mas por grandes empresas e arquitetos preguiçosos", afirmou Banksy sobre a pintura na época.

O valor alcançado no leilão é o segundo maior já pago por uma obra do artista, segundo a casa de leilões. Em 2019, o Parlamento de chimpanzés – que retrata a Câmara dos Comuns ocupada por chimpanzés – arrecadou quase 10 milhões de libras.

Em 2018, o leilão da Garota com balão causou sensação após o quadro ser rasgado em tiras ao passar por um triturador de papel escondido na parte inferior da moldura, logo após a sua venda. Banksy divulgou em sua conta oficial no Instagram uma imagem da ação. Após a destruição, a obra passou a ser chamada de Love is in the Bin (O amor está no lixo).

Banksy, cuja verdadeira identidade é desconhecida, começou sua carreira fazendo grafites em Bristol e acabou se tornando um dos artistas contemporâneos mais conhecidos do mundo. Ele ganhou fama por abordar temas controversos, como a falta de moradia e a pandemia de covid-19, e fazer críticas sociais. Suas obras costumam aparecer em locais inesperados.

CN/dpa/dw

Leia mais