Pesquisadores estudam a morte de mais de 100 mil antílopes | Veja todo o conteúdo audiovisual publicado na mediateca | DW | 18.01.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futurando!

Pesquisadores estudam a morte de mais de 100 mil antílopes

Os animais, que vivem em sua maioria no Cazaquistão, morreram de repente. O número de saigas mortas representa quase metade da população da espécie.

Assistir ao vídeo 03:53
Ao vivo agora
03:53 min

Pesquisadores estão nas estepes da Eurásia para tentar saber a causa da morte de mais de 100 mil antílopes saiga. A maioria dos animais vive no Cazaquistão. A doença misteriosa já matou metade da população de saigas. Um novo surto poderia significar a extinção da espécie.