Peritos detonam bomba da Segunda Guerra em Frankfurt | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 14.04.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Alemanha

Peritos detonam bomba da Segunda Guerra em Frankfurt

Artefato foi encontrado no fundo do rio Meno. Operação provoca retirada de cerca de 600 pessoas do centro antigo da cidade. Cortina de água causada por detonação chega a 30 metros de altura.

Água jorra do rio devido a explosão dentro da água. Em primeiro plano, está uma ponte de metal

Água deslocada pela explosão chegou até 30 metros de altura

Cerca de 600 pessoas tiveram que ser retiradas de suas casas no centro antigo de Frankfurt neste domingo (14/04) devido à operação de explosão controlada de uma bomba da Segunda Guerra Mundial descoberta no fundo do rio Meno.

A detonação, realizada por especialistas, provocou uma cortina de água de cerca de 30 metros de altura, além de um forte barulho. "Foi confirmado que a bomba não apresenta mais perigo", informou um porta-voz da polícia, depois que mergulhadores atestaram que o artefato fora destruído.

Bombeiros descobriram a bomba de 250 quilos, de fabricação americana, durante treinamento de mergulho no rio na terça-feira.

O plano inicial era apenas destruir o mecanismo de detonação. Entretanto, os peritos também contavam que a própria bomba explodisse, o que acabou acontecendo, de acordo com as autoridades.

Um grupo de mergulhadores especializados em explosivos removeu o artefato de guerra para uma área de profundidade entre 5,50 e 6 metros, fixou explosivos na bomba e realizou pequenas explosões dentro da água, para afugentar os peixes. Mesmo assim, após a detonação do armamento americano ainda foram vistos alguns animais flutuando sem vida no rio, informou a polícia.

Curiosos assistiram à detonação de uma das pontes próximas. Ruas, o tráfego de embarcações e o transporte coletivo foram parcialmente bloqueados ou desviados. Alguns museus e a catedral de Frankfurt permaneceram fechados.

Mesmo mais de 70 anos após o fim da Segunda Guerra, bombas e outras munições não detonadas ainda são frequentemente descobertas na Alemanha.

Em setembro de 2017 foi realizada a maior operação de retirada de pessoas na Alemanha do pós-guerra após a descoberta de uma bomba britânica de 1,8 tonelada nas proximidades de Universidade de Frankfurt, na região central da cidade. Mais de 60 mil pessoas foram afetadas. 

MD/dpa/ap

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 

WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Leia mais