Partido do presidente vence eleições na Ucrânia | Notícias internacionais e análises | DW | 22.07.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Mundo

Partido do presidente vence eleições na Ucrânia

Legenda "Servidor do Povo", do ex-comediante Volodymyr Zelensky, diz ter obtido maioria absoluta no Parlamento. Chefe de Estado ucraniano convocou pleito antecipado há dois meses, no mesmo dia em que tomou posse.

Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, faz sinal de vitória com as duas mãos

Eleito como alternativa aos políticos tradicionais, Zelensky comemora mais uma vitória

O partido do novo presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou nesta segunda-feira (22/07) ter obtido a maioria absoluta no Parlamento nas eleições legislativas realizadas no último domingo.

A legenda, batizada de Servidor do Povo – nome da série de TV estrelada por Zelensky antes de o ex-comediante se tornar chefe de Estado – obteve cerca de 40% dos votos para lista partidária. Adicionada ao número de candidatos eleitos diretamente, o partido parece ter conseguido uma maioria de mais de 240 dos 424 lugares do Parlamento.

A agremiação esperava eleger diretamente entre 125 e 127 candidatos e cerca de 120 nomes de lista partidária, de acordo com informações fornecidas pelo gerente de campanha Oleksandr Korniyenko à mídia estatal.

Eleito com 73% dos votos e inexperiente na política, Zelensky, de 41 anos, assumiu a presidência da Ucrânia em 20 de maio. Naquele mesmo dia, anunciou adissolução do Parlamento ucraniano, abrindo caminho para a convocação de eleições legislativas antecipadas e possibilitando o ingresso de seu partido no Parlamento antes de outubro – mês em que estavam previstas as próximas eleições. 

Ator por formação e comediante famoso por interpretar um presidente fictício no seriado de TV cujo título dá nome a seu partido, Zelensky se elegeu se apresentando como uma alternativa a um establishment político manchado por escândalos de corrupção.

Com mais da metade dos votos apurados, de acordo com a Comissão Eleitoral Central, cinco partidos políticos parecem ter conseguido votos suficientes para entrar no Parlamento.

Com quase 13% dos votos de lista partidária, num distante segundo lugar, aparece a Plataforma da Oposição – Pela Vida, aliança conhecida por ter laços com o Kremlin. O Partido Solidariedade Europeia, do ex-presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, e o Pátria, da ex-primeira-ministra Yulia Tymoshenko, aparecem nas projeções, respectivamente, em terceiro e quarto lugares. Em quinto lugar, com os mais de 5% necessários para entrar no Parlamento, está o Golos, partido recém-fundado pelo astro de rock Svyatoslav Vakarchuk, conforme os resultados preliminares.

Zelensky disse no domingo que não imagina formar uma coalizão com alguém do governo anterior. Quando as primeiras parciais foram divulgadas, ele insinuou que poderia convidar Vakarchuk para conversas de coalizão.

MD/dpa/rtr

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube
App | Instagram | Newsletter

Leia mais