Parte do aeroporto de Frankfurt é esvaziada | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 07.08.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Alemanha

Parte do aeroporto de Frankfurt é esvaziada

Após falha no controle de segurança, embarques são cancelados, e passageiros são obrigados a deixar áreas restritas de terminal. Cerca de três horas depois, polícia anuncia fim da operação, que envolveu família francesa.

Polícia no aeroporto de Frankfurt

Segundo a polícia, erro de funcionária da segurança desencadeou operação

Um problema de segurança levou à evacuação de parte do aeroporto de Frankfurt nesta terça-feira (07/08). A polícia anunciou uma operação no local via Twitter, afirmando que ao menos uma pessoa havia ingressado na área restrita de embarque sem passar pelos devidos controles de segurança.

Os embarques foram interrompidos por volta das 11h30 (hora local), e as áreas restritas de embarque do segundo e do terceiro andar da ala A do terminal 1 foram evacuadas.

Por volta das 14h30, a polícia informou via Twitter que a operação no aeroporto havia sido concluída e que as áreas afetadas foram liberadas novamente. As autoridades não souberam informar quantas pessoas foram afetadas pela evacuação, e agradeceram os passageiros e os funcionários do aeroporto pela compreensão e o comportamento disciplinado.

A polícia confirmou que quatro membros de uma família francesa haviam ingressado na área de segurança sem autorização. Um erro de uma funcionária da equipe de segurança desencadeou a operação policial. Apesar de um teste para explosivos ter dado positivo, as quatro pessoas foram liberadas. A família foi encontrada, interrogada e pôde seguir viagem, disse a polícia no Twitter.

De acordo com a Fraport, empresa que opera o aeroporto, até as 13h30, 49 dos 1.500 voos planejados para esta terça foram cancelados. Os passageiros receberam instruções para retornar dos portões de embarque para o hall principal. Segundo testemunhas, não houve pânico, mas muitas pessoas reclamaram de não receber informações suficientes.

A Lufthansa interrompeu grande parte do processo de check-in, e nas áreas A e Z, passageiros foram impedidos de embarcar e desembarcar. Aviões que haviam acabado de pousar precisaram esperar no pátio com os passageiros a bordo, reportou a empresa.

Segundo a Fraport, passageiros podem enfrentar atrasos ao longo de todo o dia no aeroporto de Frankfurt, que é o mais movimentado da Alemanha, tendo recebido 64,5 milhões de passageiros em 2017.

No fim de julho, um incidente semelhante ocorreu no aeroporto de Munique. Um terminal foi evacuado porque uma mulher entrou na área restrita de embarque sem passar pelo controle de segurança. Ao menos 200 voos foram cancelados, e outros 60 sofreram atrasos. O aeroporto só foi liberado após cerca de duas horas.

Há dois anos, o terminal 1 do aeroporto de Frankfurt também foi palco de uma situação parecida. Na ocasião, uma passageira seguiu para a área restrita após o controle de sua bagagem de mão, apesar de o procedimento de segurança não estar concluído. A evacuação do terminal afetou cerca de 5 mil passageiros na ocasião.

LPF/dpa/rtr

_______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp |

 App | Instagram | Newsletter

Leia mais