Papa pede Igreja mais aberta a católicos ″imperfeitos″ | Veja todo o conteúdo audiovisual publicado na mediateca | DW | 08.04.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Papa pede Igreja mais aberta a católicos "imperfeitos"

Com destaque a família, divórcio, gays e aborto, exortação apostólica "Amoris laetitia" fala principalmente de amor.

Assistir ao vídeo 01:55
Ao vivo agora
01:55 min

A Igreja Católica tornou pública nesta sexta-feira a exortação apostólica "A alegria do amor", um aguardado documento que estabelece novas orientações sobre a família e o casamento. Enfatiza, por exemplo, que sacerdotes precisam ter mais compreensão com fieis divorciados e com fieis homossexuais. Mas reforça que divórcio é mau e que o aumento do número de separações preocupa. Baseado nisso, o texto diz que a tarefa mais importante da Igreja é reforçar o amor e auxiliar na cura de feridas, para impedir o avanço dos divórcios. O documento, que precisou de dois anos para ser concluído, pode ser lido em português no site do vaticano www.vatican.va