Pênalti marcado em Fred foi ″ridículo″, diz técnico croata | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 13.06.2014
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Pênalti marcado em Fred foi "ridículo", diz técnico croata

Lance que selou a virada brasileira indigna adversários. Treinador Niko Kovac critica Fifa e afirma que Copa pode "virar circo". Imprensa croata fala em "vergonha", e brasileiros silenciam sobre polêmica.

Ao final do primeiro jogo da Copa do Mundo, o pênalti marcado em Fred e que originou o gol da virada brasileira na vitória por 3 a 1 frente a Croácia, nesta quinta-feira (12/06), foi o assunto mais comentado. A palavra mais repetida pelas mídias sociais e pela imprensa internacional foi a mesma dita pelo técnico croata, Niko Kovac, ao comentar o lance: "Ridículo".

Para Kovac, a seleção brasileira foi beneficiada no Itaquerão: "Se alguém viu pênalti, levante a mão", pediu o técnico durante a entrevista coletiva após a partida. "Eu não posso levantar a mão. Nenhum dos presentes no estádio ou os bilhões de torcedores que assistiram à partida mundo afora viram pênalti. Se for assim, haverá mil pênaltis na Copa. Foi ridículo o que fizeram."

O treinador foi ainda mais longe e cutucou a Fifa: "O slogan da Fifa é de respeito. Temos que respeitar os dois times. Isso foi ridículo. Se continuar assim, vai virar um circo."

Weltmeisterschaft Fußball Brasilien 2014 Brasilien vs Kroatien Elfmeter 2:1

O goleiro Pletikosa quase defendeu a cobrança de Neymar. A marcação do pênalti foi bastante contestada

No lance do pênalti, o atacante Fred pisou no pé do zagueiro Lovren, girou o corpo e caiu na área. O árbitro japonês Yuichi Nishimura viu falta e apitou.

Apesar de estar envolvido no lance, Kovac eximiu Fred de culpa – até o árbitro foi poupado: "Não posso culpar Fred, pois ele fez o que todos tentam fazer, é do esporte. Mas quero que as regras sejam seguidas para ambos os lados. E não tem nada a ver com esse árbitro em especial, tem a ver com jogar aqui no Brasil, o Brasil ser o grande favorito para ser campeão".

Mas Kovac também admitiu que a vitória brasileira, no cômputo geral, foi merecida: "Foi uma vitória justa do Brasil, é preciso reconhecer. E o Brasil não precisa de nenhuma ajuda, está cheio de jogadores excelentes, e eles não têm culpa da arbitragem."

A imprensa mundial embarcou na mesma manchete, dando mais destaque ao lance controverso do que à vitoria da Seleção. O 24sata, principal jornal croata, publicou que "Neymar e o árbitro" derrotaram a Croácia. Já o Sportske Novosti definiu o pênalti marcado como "vergonhoso".

O Marca, jornal esportivo espanhol, apelidou a falta de "Piscinazo de Fred". Já a italiana Gazzetta dello Sport também publicou que a equipe de Felipão "venceu com a ajuda do árbitro". E o diário argentino Olé, que sempre procurar provocar a seleção brasileira, colocou na capa a manchete "Começou roubado".

Até na coletiva de imprensa da seleção holandesa, que se prepara para a sua estreia contra a Espanha, nesta sexta-feira (13/06), em Salvador, o treinador Louis van Gaal entrou na questão. "Não podemos controlar tudo o que vai acontecer na partida. Depende também do juiz. Como vimos nesta noite", afirmou

Brasileiros celebram vitória

Após a partida os jogadores brasileiros se limitaram a comentar o jogo e a exaltar a importância de ter começado a corrida pelo hexa com uma vitória. "Foi melhor do que imaginei. O que eu sonhava era com a vitória, mas estrear em Copa do Mundo com dois gols é uma felicidade muito grande", declarou Neymar, que ainda recebeu um cartão amarelo no primeiro tempo.

Na Copa do Mundo o atleta é suspenso logo após o segundo amarelo. Mas Neymar disse que o fato de estar pendurado não vai alterar o seu estilo de jogo. "Vou jogar naturalmente. Se me preocupar com isso, é até pior".

E o zagueiro David Luiz reconheceu que o Brasil precisa melhorar: "O 3 a 1 não condiz com o que foi o jogo. Os croatas jogaram bem e dificultaram a nossa vida. Eles usaram bem as laterais no início e tivemos azar no gol deles. A bola desvia no atacante e enganou o Marcelo. Mas felizmente conseguimos reverter a situação."

A seleção brasileira voltou à Granja Comary ainda nesta quinta-feira. A próxima partida será contra o México, no dia 17, em Fortaleza.

Leia mais