Operação da PF mira empresário próximo a Lula | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 20.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Operação da PF mira empresário próximo a Lula

Polícia Federal suspeita de tráfico de influência e lavagem de dinheiro em contrato da Odebrecht com uma pequena empresa de construção civil de Santos. Dono é sobrinho da primeira mulher do ex-presidente.

A Polícia Federal iniciou nesta sexta-feira (20/05) uma operação para investigar suspeita de tráfico de influência e lavagem de dinheiro em contratos da Odebrecht com uma pequena empresa de construção civil da cidade de Santos, que estaria registrada no nome de pessoas ligadas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A chamada operação Janus cumpre quatro mandatos de busca e apreensão, duas conduções coercitivas e cinco intimações. Todas as medidas judiciais estão sendo cumpridas em Santos. Lula, porém, não é alvo direto das investigações. Uma das pessoas levadas para prestar depoimento é Taiguara Rodrigues dos Santos, sobrinho da primeira mulher do ex-presidente, segundo o jornal Folha de S. Paulo.

Segundo a Polícia Federal, o objetivo da investigação é verificar se contratos da Odebrecht com a empresa de Santos foram utilizados para o pagamento de vantagens indevidas. Os investigadores questionam as razões pelas quais a Odebrecht firmou esses contratos, destinados à reforma de uma usina hidrelétrica em Angola, entre 2012 e 2015.

A empresa de Santos teria recebido 3,5 milhões de reais em uma obra que recebeu do BNDES financiamento total de 464 milhões de dólares. As investigações se baseiam no trabalho do Ministério Público Federal sobre um suposto pagamento de propina pela Odebrecht, entre 2011 e 2014, para facilitar a obtenção de empréstimos junto ao BNDES.

A Polícia Federal investiga agora a prática dos crimes de tráfico de influência e lavagem de dinheiro.

RC/rtr/abr

Leia mais