Oberwiesenthal é berço do esqui alemão | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 26.12.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Oberwiesenthal é berço do esqui alemão

Oberwiesenthal é a cidade mais alta da Alemanha. Antiga pérola turística da RDA, a localidade na Saxônia continua atraindo em massa os amantes dos esportes de inverno.

default

Cidade saxônica famosa pelos esportes de inverno

Para chegar a Oberwiesenthal, só de carro ou com o trem de Fichtelberg. Os 17 quilômetros desde Cranzahl significam uma escalada de 238 metros, atravessando seis pontes e o imponente viaduto de Hüttenbach, com um comprimento de 110 metros. A 914 metros de altura, ela é a cidade mais elevada da Alemanha.

Jens Weißflog Vierschanzen-Tournee

Vitória de Jens Weißflog, de Oberwiesenthal, em 1996

O trem de Fichtelberg foi construído em meados do século 19, quando se extraíam os últimos restos de minério da antes rica serra Erzgebirge. As obras acabaram levando à introdução do esqui na Alemanha, quando um engenheiro norueguês envolvido na construção do bondinho iniciou os jovens da localidade nesse esporte de inverno. E em 1906 já era fundado o primeiro clube alemão dedicado à esquiação.

O Campeonato Alemão de Esqui foi aberto em 1911 em Oberwiesenthal. Em 1924, inaugurou-se o primeiro teleférico da Alemanha na montanha de Fichtelberg, com 1.214 metros de altura. Desde 1983, o Museu Regional e de Esquiação informa sobre os primórdios e a ampliação desse esporte na Saxônia.

Celeiro de campeões e Saint Moritz saxônica

Nos tempos do regime comunista no Leste alemão, Oberwiesenthal era conhecida como celeiro de talentos esportivos. Esportistas formados no Erzgebirge – como Ulrich Wehling e Jens Weissflog – conquistaram 30 medalhas olímpicas e 57 títulos de campeão mundial. Por exemplo: três dos vencedores das Olimpíadas de Inverno de 2002 vieram daquela localidade.

Durante 40 anos, Oberwiesenthal foi um bastião do turismo na República Democrática Alemã. Ela estava sempre lotada de turistas, pois há garantia total de neve no inverno, e no verão o sol é igualmente certo. Tais características lhe valeram o apelido "Saint Moritz da Saxônia".

Com a queda do Muro de Berlim, a cidade saiu de moda, ganhando fama de "careta" e monótona. Como todas as regiões de férias dos novos estados alemães, foi forçada a se reposicionar no mercado turístico emergente.

Esporte na terra do Natal

Holzschnitzerei aus dem Erzgebirge

Artesanato da serra Erzgebirge

Os hotéis locais sofreram reformas e seu número foi reduzido. Em contrapartida, cresceu o número de acomodações particulares e casas de férias. Hoje, a localidade com 3.500 habitantes conta com até meio milhão de pernoites por temporada. Graças à sua beleza natural e ao artesanato local, a paisagem em que está encrustada, a serra Erzgebirge, é considerada na Alemanha a "terra do Natal", por excelência.

A modernização das instalações e dos equipamentos fixos, como pistas e canhões de neve, permitiu que Oberwiesenthal continue sendo parada obrigatória para os praticantes de esportes de inverno. Lá se realizam, entre outros eventos, a Taça Alemã de Biatlon, uma corrida de trenós puxados por cães, e o já legendário Carnaval sobre Esquis. (av)

Leia mais