″O que aconteceu foi uma lição para mim”, diz especialista em cultura judaica | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 04.03.2021

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

"O que aconteceu foi uma lição para mim”, diz especialista em cultura judaica

[Vídeo] Diana Matut, especialista em música iídiche, mostra o legado judaico de Halle e comenta sobre a situação na cidade após o atentado a uma sinagoga em 2019.

Assistir ao vídeo 03:42

Em 9 de outubro de 2019, um homem de 27 anos tentou em vão invadir a sinagoga na cidade de Halle, acabando por deixar dois mortos. Apenas a porta protegeu as pessoas na sinagoga lotada durante o feriado judaico Yom Kippur. 

Diana Matut mora em Halle e tem raízes judaicas. No momento do ataque, ela fazia pesquisas sobre música iídiche na Inglaterra. "Sempre fui uma daquelas pessoas que dizem que é muito importante que a comunidade judaica seja acolhedora, aberta e o mais transparente possível. Mas o que aconteceu foi uma lição para mim."

Por muitos anos, essa cidade no centro da Alemanha prestou pouca atenção à sua história judaica de quase mil anos. O assunto era tabu na antiga Alemanha Oriental. Diana Matut acha importante lembrar desse legado e apesar do ataque em 2019, acredita que a comunidade judaica se tornou mais aberta.