″O Beethovenfest não sofreu com a crise″, afirma diretora do evento | Quem foi Beethoven | DW | 07.09.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Beethoven

"O Beethovenfest não sofreu com a crise", afirma diretora do evento

Ilona Schmiel dirige o Festival Beethoven de Bonn desde 2004. Feliz por haver até mesmo reduzido os preços dos ingressos, ela prevê que o evento alcançará nova dimensão este ano, graças a stream de vídeo e outros meios.

default

Sala de concertos Beethovenhalle

Deutsche Welle: Foi quando Beethoven ainda vivia que o solista musical se estabeleceu como personalidade artística, reivindicando para si maior atenção. Apropriadamente, o slogan do Beethovenfest 2009 é Im Licht – Na luz. O que significa exatamente esse tema?

Deutschland Beethovenfest Ilona Schmiel

Ilona Schmiel

Ilona Schmiel: Ele focaliza perspectivas artísticas inusitadas e fascinantes, assim como formas importantes de as orquestras se posicionarem, tanto agora quanto no futuro. Significa chamar a atenção não apenas para o artista como estrela na ribalta, mas para o fato de que o posicionamento da orquestra no mundo também evoluiu.

Por exemplo: não explicaremos mais uma vez a Quinta sinfonia de Beethoven antes do concerto. O gerente da orquestra ou alguém que se identifica com o perfil da instituição falará a respeito da história da City of Birmingham Symphony Orchestra ou da Pittsburgh Symphony Orchestra. Essas orquestras são sinônimo de desenvolvimento para toda uma região.

É um olhar para o futuro, pois estamos planejando, em Bonn, uma nova sala de concertos para o Festival Beethoven. Temos que discutir o futuro do concerto.

Que impacto teve a atual crise financeira sobre o festival deste ano?

Temos realmente sorte de não termos sentido nenhum aspecto da crise. Nem quero usar a palavra "crise", pois acho que estamos passando, há muitos anos, por uma crise de mentalidade e na vida cultural. É mais uma questão de como podemos nos comportar e conviver em situações economicamente difíceis. Nossos patrocinadores são parceiros excelentes: nenhum deles cancelou nada este ano, eles até nos deram mais ajuda financeira do que em 2008.

Sentamos todos juntos e concluímos que o preço dos ingressos não poderia aumentar. Por fim, resolvemos esse problema e conseguimos reduzir os preços. E temos um número tão alto de ingressos como nunca antes: 48 mil. Achamos que deveríamos passar a ideia de que nosso público é muito especial e a de que gostaríamos de agradecer a ele pelos dez anos de Beethovenfest. Este é nosso 10° aniversário.

Este ano será possível se ligar ao festival, não importa em que parte do mundo se esteja, já que a Deutsche Welle transmite as nove sinfonias de Beethoven, em stream de vídeo, entre os dias 9 e 12 de setembro. Isso confere toda uma nova dimensão ao festival?

Claro. Espero que alcancemos uma nova dimensão. Teremos todas as sinfonias de Beethoven em DVD, será possível também comprá-las mais tarde. Mas se poderá também assistir a todos os quatro concertos com a Deutsche Kammerphilharmonie Bremen, em stream de vídeo. Isto significa que haverá muito mais possibilidades de as pessoas assistirem ao festival.

Como mencionou, a execução do ciclo das sinfonias estará a cargo da Deutsche Kammerphilharmonie Bremen, regida por Paavo Järvi. O que há de especial na interpretação de Ludwig van Beethoven por esse regente?

Em primeiro lugar, eles estarão se apresentando com uma orquestra pequena – trata-se mesmo de uma versão para orquestra de câmara. Eles mostram uma interpretação especial das sinfonias, no que concerne a andamento, dinâmica e mesmo à atitude como músicos de orquestra. Eles tocam sentados na beira das cadeiras, com alta energia, e acho que apresentam uma das interpretações mais incríveis que há no momento.

Entrevista: Breandain O'Shea
Revisão: Soraia Vilela

Leia mais

Publicidade